Covid-19: mundo registra o recorde de 1,3 milhão de casos em 24 horas

Marca nunca antes registrada parece estar associada não só ao auge da variante Ômicron, como também à disseminação da Delta


Atual onda de contágios é a quarta em nível global neste ano

Atual onda de contágios é a quarta em nível global neste ano

DIEGO AZUBEL / EFE / EPA - 30.12.2021

O mundo registrou nas últimas 24 horas o recorde de 1,35 milhão de novos casos de Covid-19, marca nunca antes vista e que supera em 40% a máxima anterior, segundo cálculos da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Esse forte aumento parece estar associado ao auge da variante Ômicron, considerada mais transmissível que a Delta, mas a OMS afirmou nesta quarta-feira (29) que o "tsunami de casos" está sendo causado pela combinação de ambas.

A atual onda de contágios é a quarta em nível global neste ano, após as que tiveram pico em janeiro, abril e agosto, essas mais associadas a variantes como a Alfa (inicialmente detectada no Reino Unido) e a Delta (na Índia).

No entanto, a atual onda é a primeira de 2021 que parece não acarretar aumento nas mortes por Covid-19, o que pode estar ligado a maior taxa de vacinação em muitos países afetados pela Ômicron.

O número de mortes diárias oscila atualmente entre 4.000 e 8.000, e a curva desse indicador se mantém estável desde o início de outubro.

Covid-19: mundo registra o recorde de 1,3 milhão de casos em 24 horas Covid-19: mundo registra o recorde de 1,3 milhão de casos em 24 horas Reviewed by Jotta Júnior on dezembro 30, 2021 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.