Mulher grávida é assassinada pelo amante, que não queria assumir o filho

Mulher grávida é assassinada pelo amante, que não queria assumir o filho

A morte cruel de Antonieli Nunes Martins, 32 anos, ocorrida na quinta-feira (3), em uma residência, localizada no município de Pimenta Bueno, causou muita comoção e revolta na população.

Um homem, de 28 anos, colega de trabalho da vítima, apontado como o principal suspeito de matar a mulher estrangulada e com uma facada no pescoço, foi à delegacia, mas foi liberado em razão de ter passado o período do flagrante.

O corpo da mulher foi encontrado por familiares, que estavam preocupados com Antonieli, já que ela não respondia as mensagens e não tinha aparecido no seu trabalho.

Ao entrarem na casa, que estava com a porta destrancada, os familiares encontraram a vítima morta em cima da cama.

Rapidamente a Polícia foi acionada, e as investigações iniciaram. A Polícia Civil descobriu que Antonieli e um colega de trabalho tinham se encontrado durante a noite de quarta-feira (3), na residência dela.

No local, teria ocorrido uma discussão, por conta da gravidez de Antonieli. Ela estava esperando um filho do acusado, mas ele não queria assumir a paternidade, já que ele é casado com outra mulher. Os dois tinham uma relação extraconjugal, segundo apurou a Polícia.

Com raiva, o criminoso estrangulou a vítima e desferiu uma facada fatal no pescoço da mulher. Ele fugiu após crime.

Horas depois de cometer o crime, o assassino foi até a delegacia, mas não ficou preso, já que segundo o delegado que investiga o caso, ele estava fora do flagrante.

O delegado informou que o acusado será indiciado por feminicídio, com agravantes pela vítima estar grávida e pelo assassinato ser cometido por motivo torpe.

Mulher grávida é assassinada pelo amante, que não queria assumir o filho Mulher grávida é assassinada pelo amante, que não queria assumir o filho Reviewed by Jotta Júnior on fevereiro 05, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.