Motorista que matou ciclista é preso pela PRF a mais de 200 quilômetros do local do acidente e não tem habilitação

 Motorista que matou ciclista é preso pela PRF a mais de 200 quilômetros do local do acidente e não tem habilitação

O motorista que atropelou o ciclista Israel Soardi, na noite de sexta-feira (8) em Porto Velho, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) a cerca de 200 quilômetros do local do acidente, na BR-364. Israel morreu no local e o motorista além de não prestar socorro, fugiu. A PRF constatou que ele não tinha habilitação.


O infrator afirmou ter atropelado uma pessoa em Porto Velho e confirmou a fuga. Durante as apurações, foram observados danos no veículo, compatíveis com o tipo de acidente. O homem, de 37 anos, recebeu voz de prisão por homicídio culposo na direção de veículo automotor. Foi constatado que ele não possui habilitação para conduzir veículos e o teste de alcoolemia não indicou ingestão de álcool.
Segundo a PRF, com base em informações analisadas pelos plantonistas da Delegacia de Porto Velho foi possível identificar o veículo. O Centro de Comando e Controle Regional (C3R) da PRF/RO iniciou procedimentos para a captura do foragido, acionando todas as equipes no Estado. Já no fim de noite, a mais de 200 km de distância, policiais da Delegacia PRF em Ariquemes abordaram o automóvel, que chegava ao município.

A condução das investigações será realizada pela Polícia Civil, que recebeu a custódia do detido e também o veículo para perícia criminal.

Motorista que matou ciclista é preso pela PRF a mais de 200 quilômetros do local do acidente e não tem habilitação Motorista que matou ciclista é preso pela PRF a mais de 200 quilômetros do local do acidente e não tem habilitação Reviewed by Jotta Júnior on abril 11, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.