Monitorado é preso em motel com arma e droga; comparsas também acabam presos

 Monitorado é preso em motel com arma e droga; comparsas também acabam presos

O monitorado por tornozeleira eletrônica, Madson Augusto S.N.C., 23 anos, foi preso pela Polícia Militar na madrugada desta quinta-feira (19), após ser flagrado com arma de fogo e droga, em um motel, localizado na avenida Mamoré, zona leste de Porto Velho. Em outros endereços, os comparsas dele, Pedro L. L., 20 anos, Rodrigo C. S., 20 anos, e Erivelton M. S., 20 anos, também foram presos por tráfico de drogas.

Os policiais foram até o motel, após uma denúncia anônima, relatando que havia um homem armado. No local, os militares entraram em contato com o proprietário do estabelecimento, que autorizou a entrada da equipe.

Ao bater na porta de um dos apartamentos, os policiais ouviram uma mulher, de forma desesperada, pedindo para que Madson abrisse a porta.

Após alguns minutos de insistência, Madson abriu a porta do quarto. Durante a revista, foram encontradas oito porções de maconha no bolso do acusado, e uma arma de fogo calibre 38 em sua cintura, com seis munições intactas.

Os policiais observaram que Madson estava sendo monitorado por uma tornozeleira eletrônica, mas estava fora de rota determinada pela justiça. Na consulta nominal, foi constatado que havia um mandado de prisão expedido contra ele.

Ainda no apartamento, a mulher disse que era garota de programa e afirmou que foi contratada para passar duas horas no motel. Ela foi liberada.

Questionado, Madson disse que a arma seria para sua defesa pessoal. Sobre a droga, afirmou que teria comprado na rua Belém Novo, no bairro Tiradentes. Rapidamente, os policiais pediram apoio de outras equipes e foram até o endereço informado pelo acusado.

Chegando ao local, a Polícia avistou Rodrigo e Erivelton sentado em frente à residência. Ao avistarem a aproximação da equipe, os dois correram, pularam vários muros, mas foram localizados escondidos dentro de uma casa de cachorro.

Na revista pessoal, foram encontradas sete porções de maconha no bolso de Rodrigo. Já com Erivelton, os policiais encontraram apenas dinheiro.

Ao retornarem na casa de Rodrigo, mais onze porções de maconha foram apreendidas, juntamente com vários apetrechos utilizados na mercancia de entorpecente.

Ainda na casa, em cima de um armário na cozinha, os policiais encontraram quatro munições de calibre 22. Rodrigo afirmou ser dono da droga e de todo material apreendido em sua residência.

Aos policiais, Erivelton disse que estava no local a convite de Rodrigo, que o chamou para ajudar na comercialização de droga. Ele disse ainda, que na residência de Pedro, no bairro Tancredo Neves, teria mais droga escondida, a mando de Rodrigo, que estava preocupado em ser preso.

Os militares então foram até o endereço de Pedro. Lá, o irmão dele autorizou a entrada da equipe. No quarto do acusado, os policiais encontraram uma arma de fabricação caseira, calibre 32, duas porções grandes de maconha e um rádio HT com a frequência da PM.

Pedro não estava no local, mas após diligências, ele foi localizado na casa da namorada, ainda no bairro Tancredo Neves. Questionado, assumiu ser o proprietário da arma, droga e o rádio com a frequência da PM. Confirmou que estava guardando para Rodrigo, orientado por Madson.

Todos os envolvidos receberam voz de prisão e foram encaminhados para o Departamento de Flagrantes, onde ficaram à disposição da justiça.

Monitorado é preso em motel com arma e droga; comparsas também acabam presos Monitorado é preso em motel com arma e droga; comparsas também acabam presos Reviewed by Jotta Júnior on maio 19, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.