PSD poderá ter Expedito Júnior ao Senado mesmo sem apoio do Planalto

Encontro regional do PSD, ocorrido em Cacoal

O PSD poderá ter Expedito Júnior candidato ao Senado Federal mesmo sem o apoio do Palácio do Planalto, informou uma fonte ao site durante encontro regional da legenda ocorrido em Cacoal no sábado (18/06).  O evento teve a participação de Gilberto Kassab, presidente nacional da sigla.

Os resultados das últimas pesquisas eleitorais e o número elevado de candidaturas ao Senado em Rondônia favoreceram esse entendimento da cúpula partidária. Em Rondônia estão na corrida a única vaga ao Senado os seguintes pré-candidatos: Benedito Alves (PDT), Daniel Pereira (SD), Jaime Bagattoli (PL), Jaqueline Cassol (PP), Léo Fachin (Avante) e Mariana Carvalho (Republicanos).

Expedito Júnior, que já ocupou o cargo de senador, poderia ser favorecido com a homologação de seis candidaturas ao Senado.

Jaime Bagattoli, segundo apurou o site, não é o candidato favorito ao Senado dentro do PL e muito menos simpático a família Bolsonaro. Já a pré-candidatura de Mariana Carvalho poderá ter o apoio do Palácio do Planalto, o que no entendimento de lideranças do PSD não representaria ameaça ao projeto de Júnior ao Senado.

PSD poderá ter Expedito Júnior ao Senado mesmo sem apoio do Planalto PSD poderá ter Expedito Júnior ao Senado mesmo sem apoio do Planalto Reviewed by Jotta Júnior on junho 20, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.