Rússia diz ter matado quase 2.000 combatentes estrangeiros na Ucrânia

 

Ministério da Defesa anunciou que 7.000 soldados de 64 países chegaram ao território ucraniano desde o início do conflito


Soldados fazem exercício militar em meio à invasão russa da Ucrânia

Soldados fazem exercício militar em meio à invasão russa da Ucrânia

KACPER PEMPEL/REUTERS - 24.05.2022

Os militares russos disseram nesta sexta-feira que cerca de 7.000 "mercenários estrangeiros" de 64 países chegaram à Ucrânia desde o início do conflito e quase 2.000 foram mortos.

"Nossas listas, em 17 de junho, incluem mercenários e especialistas em armas de um total de 64 países. Desde o início da operação militar especial, 6.956 chegaram à Ucrânia, 1.956 já foram eliminados", disse o Ministério da Defesa em um comunicado. Segundo as autoridades, outros 1.779 já deixaram a Ucrânia.

RESUMINDO A NOTÍCIA

  • Segundo autoridades russas, 1.779 soldados estrangeiros já deixaram a Ucrânia
  • A Polônia é o principal país europeu de origem dos combatentes
  • A Rússia rotula combatentes estrangeiros de "mercenários", dizendo que sua motivação é financeira
  • Separatistas pró-Rússia condenaram dois soldados britânicos e um marroquino à morte
Rússia diz ter matado quase 2.000 combatentes estrangeiros na Ucrânia Rússia diz ter matado quase 2.000 combatentes estrangeiros na Ucrânia Reviewed by Jotta Júnior on junho 17, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.