Retrospectiva 2022: relembre flagrantes raros e descobertas sobre o mundo animal

Pirarucu com mais de 2 metros e 130 kg

Montagem pirarucu — Foto: Redes Sociais/Reprodução
1 de 6 Montagem pirarucu — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Montagem pirarucu — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Dois pescadores fisgaram um pirarucu com mais 2 metros e aproximadamente 130 kg no rio Madeira. Anderson Guedes e Wladis Kucharski contaram ao g1 que foi o maior peixe que eles já pegaram na vida.

A pescaria aconteceu em Jaci-Paraná, distrito de Porto Velho e o animal foi devolvido ao rio com vida.

O temido 'peixe vampiro'

Montagem candiru — Foto: João Cordeiro / Instagram

O temido candiru, conhecido também como 'peixe vampiro', pode penetrar orifícios do corpo humano, como uretra, ânus e vagina. O g1 ouviu biólogos, pescadores e até medicos que relataram casos onde encontraram o candiru em atividade.

Segundo o biólogo Adriano Martins, o candiru é exclusivo da região amazônica e a anatomia dessa espécie permite que ele se camufle nos rios barrentos da Amazônia, como o rio Madeira.

Peixe transparente

Peixe transparente tem a bexiga no formato da letra grega Pi — Foto: João Cordeiro/Arquivo pessoal

Foi por meio da dúvida de um pescador que o g1 descobriu que o peixe conhecido como Crystal Tetra - de um gênero bem recente e pouco conhecido por estudiosos do mundo marinho -, nada nos rios da Amazônia.

O corpo translúcido do Crystal Tetra é uma das características que chamam mais atenção. Porém, há outro detalhe bem interessante em seu corpo, que, inclusive, deu a ele o nome que possui: uma bexiga natatória que tem um formato semelhante à letra grega Pi (π).

Coruja que anuncia a morte

Rasga-mortalha: conheça a coruja que é temida popularmente por anunciar a morte — Foto: Thiago Baldine/ arquivo

A coruja conhecida popularmente como rasga-mortalha não tem uma fama muito boa no interior de Rondônia. Para muitos, seu pio é um prelúdio da morte.

Para desvendar esse mistério, o g1 conversou com um biólogo que explicou que, diferente do que diz o ditado popular, a ave de rapina é benéfica para o equilíbrio de roedores.

Cobra albina

Surucucu rara é encontrada em Rondônia — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma espécie rara de surucucu (Lachesis muta) foi encontrada morta em Guajará-Mirim (RO). A cobra, com pele predominantemente branca, é considerada extremamente rara por especialistas.

g1 conversou com um herpetólogo, biólogo especialista em cobras, Adriano Martins, para entender o que torna essa cobra tão rara.

Jiboia 'arco-íris'

Jiboia 'arco-íris' encontrada em Vilhena (RO) — Foto: Prefeitura de Vilhena/Reprodução

As cores do arco-íris em uma cobra. Essa é uma característica da Epicrates cenchria, popularmente conhecida como "jiboia arco-íris". A foto acima é de uma serpente dessa espécie encontrada em Vilhena (RO).

Ela foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros em um bairro do município e entregue para avaliação de especialistas da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). Conforme informado pela prefeitura, ela foi devolvida à natureza por ter apresentado bom estado de saúde.

Retrospectiva 2022: relembre flagrantes raros e descobertas sobre o mundo animal Retrospectiva 2022: relembre flagrantes raros e descobertas sobre o mundo animal Reviewed by Jotta Júnior on dezembro 26, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.