Acampamento bolsonarista é desmontado em Manaus

Publicidade

Acampamento bolsonarista é desmontado em Manaus

Acampamento bolsonarista montado em frente ao CMA, em Manaus, foi desmobilizado — Foto: Michel Castro/Rede Amazônica
1 de 2 Acampamento bolsonarista montado em frente ao CMA, em Manaus, foi desmobilizado — Foto: Michel Castro/Rede Amazônica

A primeira decisão veio do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a dissolução e desocupação de acampamentos bolsonaristas realizados nas imediações dos quartéis generais e outras unidades militares para a prática de atos antidemocráticos.

A juíza federal Jaiza Fraxe também determinou a desocupação e desmonte do acampamento bolsonarista montado em frente ao CMA. A decisão deve ser cumprida pelas forças de segurança do estado até as 18h desta segunda-feira.

Em nota, o Governo do Amazonas afirmou que as forças de Segurança do Estado estão se mobilizando, junto com órgãos federais e municipais, para cumprimento da decisão judicial.

Acampamento bolsonarista em frente ao CMA, em Manaus, é desmontado — Foto: Michel Castro/Rede Amazônica

Na manhã desta segunda, foram enviados ao local policiais das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), além de dois negociadores. Eles chegaram ao quartel em grupos, no horário entre 10h e 11h.

A previsão é que todos sejam retirados da calçada até as 18h desta segundo, prazo final dado pela juíza federal.

Por volta das 12h começou a chover em Manaus. Os PMs permaneceram em frente ao CMA, acompanhando a movimentação.