Presidente negou interferência na prova que foi realizada neste último domingo (21) em todo o país

Presidente Jair Bolsonaro fala aos apoiadores sobre Enem

Presidente Jair Bolsonaro fala aos apoiadores sobre Enem

REPRODUÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (22) que não houve interferência no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e que "ainda"teve questão de ideologia na prova". 

Afirmou ainda que se "ele e o ministro Milton Ribeiro pudessem interferir"nenhuma questão "

Bolsonaro falou aos seus apoiadores na saída do Alvorada. "Você é obrigado a aproveitar banco de dados de anos anteriores, você é obrigado a aproveitar isso aí. Agora, dá para mudar? Já está mudando. Vocês não viram mais a linguagem de tal tipo de gente, com tal perfil. Não existe isso aí", disse.

A edição do Enem deste ano foi marcada por polêmicas que começaram com a saída de 37 funcionários do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e acusações de interferência ideológica do governo nas provas. 

exame foi realizado no último domingo (21) com 90 questões de linguagens, ciências humanas e literatura, além de produzir uma redação. No próximo domingo (28), os participantes responderão a 90 perguntas de matemática e ciências da natureza (física, química e biologia).