O deputado federal Mauro Nazif (PSB- RO) votou contra o Projeto de Resolução do Congresso Nacional (PRN) 4/21, em sessão do Congresso Nacional nesta segunda (29), que estabelece e oficializa o orçamento secreto.

    Para Mauro a prática está se tornando comum no Congresso Nacional, “Desde 2020, temos visto a distribuição de emendas de relator serem utilizadas sem transparência e sem critérios claros e objetivos. O exemplo mais atual foi a votação da PEC 23/21 dos precatórios, a “PEC do calote”, em que essas emendas foram distribuídas as vésperas da votação garantindo a aprovação da PEC na Câmara, o que levou a liminar de suspensão do orçamento secreto pela Ministra Rosa Weber do STF. Não podemos aceitar a oficialização desta forma de distribuição de recursos públicos, sem nenhum controle e transparência”.