Expectativa é que presidentes avancem em negociações que evitem a invasão russa da Ucrânia

Presidentes conversarão por telefone sobre aumento de tensão na Ucrânia

Presidentes conversarão por telefone sobre aumento de tensão na Ucrânia

PETER KLAUNZER / EFE - EPA - 16.6.2021

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o dos Estados Unidos, Joe Biden, falarão por telefone no sábado (12), informou a agência de notícias RIA na noite desta sexta-feira (11), citando o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

O anúncio das negociações entre os presidentes russo e americano veio depois que Washington disse que a Rússia havia reunido tropas suficientes perto da Ucrânia para lançar uma grande invasão, que provavelmente começaria com um ataque aéreo.

Peskov disse que os Estados Unidos tiveram a iniciativa da ligação, segundo a RIA. Putin falará com o presidente francês, Emmanuel Macron, no mesmo dia, acrescentou Peskov, segundo a Tass.

O assessor de segurança da Casa Branca, Jake Sullivan, declarou nesta sexta-feira que qualquer americano que ainda esteja na Ucrânia deve partir nas próximas 24 a 48 horas. O representante do governo dos EUA disse que uma invasão russa poderia começar com um ataque aéreo, o que dificultaria as partidas.

A inteligência dos Estados Unidos acredita que as forças militares da Rússia podem iniciar uma ofensiva contra a Ucrânia antes do fim dos Jogos Olímpicos de Inverno, que acontecem na China até o próximo dia 20.

"Não vimos nada chegar até nós que diga que uma decisão final foi tomada, que a ordem foi dada", disse Sullivan.

A esperança é que a ligação telefônica entre Biden e Putin acalme os ânimos e reduza as tensões na Ucrânia. Tanto russos quanto americanos deslocaram tropas e equipamentos militares para países que fazem fronteira com a Ucrânia, como Belarus e Polônia.