Nova área inaugurada aumenta o espaço total do local em 50%, chegando a 15 mil metros quadrados. Segundo a empresa, a capacidade de produção vai aumentar em mais de 25%, com 7 lançamentos programados até 2025

acritica.com
online@acritica.com
 (Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Como parte do investimento de R$ 50 milhões, o BMW Group Brasil acaba de inaugurar um novo prédio na planta Manaus, a única planta dedicada exclusivamente à produção de motocicletas BMW Motorrad fora da Alemanha. A área útil da planta cresceu 50% e agora concentra as operações de distribuição de motos para todo o Brasil, em uma área total de 15.000 m². A ampliação da planta também vai contribuir para um crescimento de mais de 25% na capacidade produtiva até 2025, aumentando de 15.000 para 19.000 unidades produzidas por ano, com aumento também de 20% na mão de obra direta.

Com o investimento, a BMW Motorrad planeja lançar 7 novos modelos até 2025. O primeiro deles, a F 900 R, já está disponível nas concessionárias e novos modelos serão lançados nos próximos meses. Desde 2016, quando a planta Manaus foi inaugurada, o grupo totaliza cerca de R$ 175 milhões em investimentos na produção de motocicletas.
 

“A inauguração do novo prédio da planta Manaus é um grande marco para a BMW Motorrad Brasil, porque nos permite centralizar as operações de distribuição de motos diretamente de Manaus para todas as concessionárias do país. Com isso, teremos ganhos significativos em disponibilidade de estoque, custos e impacto ambiental”, afirma Alex Donatti, Diretor da planta Manaus. “Dentro da nossa estratégia de crescimento, o novo prédio também vai contribuir para o aumento de mais de 25% na capacidade produtiva da planta nos próximos anos”.


 
Julian Mallea, CEO da BMW Motorrad Brasil, destaca a importância da produção na planta Manaus, para atender a demanda crescente de motos premium no mercado brasileiro.

“Em 2022, batemos nosso recorde histórico no Brasil, com mais de 13.000 motos comercializadas no ano. Temos convicção de que, com o aumento de produção e a maior eficiência logística, vamos aumentar as nossas vendas e a nossa participação de mercado no segmento de motos premium no Brasil”. E completa: “A planta Manaus é fundamental para o sucesso da BMW Motorrad. Hoje a planta já fabrica 99% do volume de vendas de motos BMW no país. E novos modelos serão lançados nos próximos meses, para ampliar a participação da marca em outros segmentos de mercado”.


 
Na cerimônia de inauguração, participaram executivos do BMW Group, entre eles Julian Mallea, CEO da BMW Motorrad Brasil, Alex Donatti, Diretor da planta Manaus, Harald Theiner, diretor de produção de BMW Motorrad em Berlim e plantas internacionais, Dirk Biehler, CEO da BMW Motorrad América Latina, e Stephan Reiff, Vice-Presidente de Marca, Cliente e Vendas da BMW Motorrad globalmente.

Redução de emissões

Com o ganho de eficiência no processo logístico da Planta Manaus, é prevista uma redução de aproximadamente 4,5 milhões de quilômetros rodados em cinco anos, o que representa uma projeção de queda em torno de 35% nas emissões de CO2.

Além disso, a fábrica já possui ações voltadas para sustentabilidade e meio ambiente, como o uso de energia proveniente de fontes renováveis, promovendo redução na emissão de CO2, e a certificação I-REC (International REC Standard), sistema global que possibilita a empresas garantir que a energia que consomem é proveniente de fontes renováveis e limpas.

Ações para redução significativa nas emissões de CO2 na produção, no uso do veículo e na cadeia de fornecedores estão entre as metas globais do BMW Group até 2030.

Nova S 1000 RR

Além da expansão, a fábrica manauara do BMW Group também iniciou a produção da nova versão da S 1000 RR, uma das motos mais potentes e tecnológicas produzidas no Brasil. Disponível em três versões (Premium, Premium M e Premium M Carbon) e em três opções de cores (Preta, Vermelha e Motorsport), a motocicleta agora conta com motor de quatro cilindros com 210cv de potência a 13.750rpm e 113Nm de torque máximo a 11.000 rpm — isto é, 3cv mais potente que a versão anterior, que vinha de fábrica com 207cv de potência.