Delegacia de extorsões, roubos e furtos continua privilegiando apenas um site da capital

Apenas um veículo de comunicação acompanhou, ou teve informações antecipadas sobre a operação “Baron 79”, desencadeada pela Delegacia Especializada em Repressão a Extorsões, Roubos e Furtos – DERF (Patrimônio) de Porto Velho, em um completo desrespeito aos demais setores da imprensa. Esse veículo publicou a ação por volta de 7h10. Uma hora depois, até mesmo a assessoria de imprensa da Polícia Civil dizia não ter informações a respeito.