Primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, desembarcou em Tel Aviv nesta quinta-feira (19) — Foto: REUTERS/Ronen Zvulun
1 de 1 Primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, desembarcou em Tel Aviv nesta quinta-feira (19) — Foto: REUTERS/Ronen Zvulun

O primeiro-ministro do Reino Unido desembarcou em Tel Aviv na manhã desta quinta-feira para se encontrar com Netanyahu e o presidente de Israel, Isaac Herzog.

Ao desembarcar, Sunak que estava no país para "expressar minha solidariedade ao povo israelense".

"Vocês sofreram um ato de terrorismo indescritível e horrível, e quero que saibam que o Reino Unido e eu estamos com vocês", disse.

A agenda do premiê britânico em Israel também previa discutir com Netanyahu a abertura de um corredor para que ajuda humanitária chegue à Faixa de Gaza.

O líder do Reino Unido também deseja um acordo que permita a saída de britânicos que estão na região.

Encontro com Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou na quarta-feira (18) um pacote "sem precedentes" para a defesa de Israel contra o grupo terrorista Hamas. A declaração foi feita durante um discurso em Tel Aviv.

Na ocasião, Biden garantiu ainda apoio financeiro de US$ 100 milhões em ajuda humanitária a Gaza.

Biden visitou Israel na quarta-feira, onde se reuniu com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e declarou apoio ao governo israelense.

O americano também se mostrou favorável à versão de Israel sobre o ataque a um hospital na Faixa de Gaza que deixou quase 500 mortos, segundo o Ministério da Saúde palestino. Segundo Biden, o ataque "parece ter sido obra do outro lado".