Segundo o governo brasileiro, telefonema durou cerca de 30 minutos. Sanções dos EUA à Venezuela, energia elétrica e pagamento da dívida venezuelana também foram temas abordados.

Por Pedro Henrique Gomes, g1 — Brasília

  • O Palácio do Planalto informou que Lula conversou por 30 minutos nesta segunda-feira com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

  • Segundo o governo brasileiro, na ligação com o aliado, Lula tratou das eleições na Venezuela, previstas para o ano que vem

  • O petista pediu informações sobre as negociações entre governo e oposição em torno do processo eleitoral

  • Lula também tratou de sanções dos Estados Unidos à Venezuela. Contrários ao governo Maduro, os EUA impuseram medidas econômicas que agravam a crise no país

  • O fornecimento de energia elétrica da Venezuela para Roraima foi outro assunto da conversa, segundo o Planalto

O líder venezuelano Nicolás Maduro e o presidente brasileiro Lula se encontraram em maio, em Brasília — Foto: REUTERS
1 de 1 O líder venezuelano Nicolás Maduro e o presidente brasileiro Lula se encontraram em maio, em Brasília — Foto: REUTERS

O líder venezuelano Nicolás Maduro e o presidente brasileiro Lula se encontraram em maio, em Brasília — Foto: REUTERS

O Palácio do Planalto informou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Nicolás Maduro, da Venezuela, conversaram 30 minutos por telefone nesta segunda-feira (16).

Segundo o governo brasileiro, na ligação, Lula e o aliado esquerdista trataram sobre eleições na Venezuela; sanções dos Estados Unidos ao país vizinho; fornecimento de energia elétrica; e também propostas para o pagamento da dívida venezuelana com o Brasil.

No próximo ano, venezuelanos vão às urnas para escolher presidente. Aliado de Lula. Nicolás Maduro está no poder desde 2013. Ele sucedeu na função o seu padrinho político Hugo Chávez, que chefiou o país a partir de 1999 e morreu em 2013.

De acordo com o Planalto, na ligação Lula solicitou informações sobre negociações entre governo e oposição na Venezuela em torno da realização das eleições.

Lula também tratou, segundo o governo, sobre tratativas entre Venezuela e Estados Unidos para a suspensão de sanções norte-americanas, que, nas palavras do Planalto, "atingem a economia e a população civil" da Venezuela.

Contrários ao governo de Maduro, os EUA impuseram sanções econômicas à Venezuela. As medidas têm agravado a crise econômica do país.

'Momento histórico', diz Lula sobre reunião com Maduro em Brasília

'Momento histórico', diz Lula sobre reunião com Maduro em Brasília

Dívida da Venezuela com o Brasil

Outro assunto do telefonema de Lula e Maduro, segundo o Planalto, foram as propostas para a retomada do pagamento da dívida da Venezuela com o Brasil.