Bomba usada para dragagem do rio em garimpo — Foto: Reprodução/PF
1 de 3 Bomba usada para dragagem do rio em garimpo — Foto: Reprodução/PF

Bomba usada para dragagem do rio em garimpo — Foto: Reprodução/PF

Uma operação da Polícia Federal contra o garimpo ilegal destruiu sete motores bomba e um acampamento com internet wi-fi montado dentro do Parque Mapinguari, em Porto Velho, que fica nas margens do rio Madeira. O balanço da ação foi realizada nesta segunda-feira (16).

Segundo a PF, um helicóptero e 14 policiais foram usados para identificar pontos de garimpagem dentro da unidade de conservação.

Na varredura foram identificados sete motores usados para fazer a dragagem do solo e, consequentemente, a separação de possíveis pedras preciosas.

Acampamento de madeireiros tinha acesso a wi-fi — Foto: Reprodução/PF

Neste mesma região do parque foi localizado um acampamento montado por garimpeiros. No local havia um dormitório, acesso à internet, refeitório, e vestimentas.

Tanto o garimpo quanto os motores precisaram ser inutilizados pelos agentes. De acordo com a PF, esse process visa reprimir a extração ilegal de minério de ouro na região perto do rio Madeira.

Ação da PF em garimpo no Parque Mapinguari — Foto: Reprodução/PF