Governador Wilson Lima recebe ministro Wellington Dias, do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome em Manaus — Foto: Gato Junior/Rede Amazônica
1 de 1 Governador Wilson Lima recebe ministro Wellington Dias, do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome em Manaus — Foto: Gato Junior/Rede Amazônica

O plano, que foi lançado pelo Governo Federal em agosto deste ano, tem como meta retirar o Brasil do mapa da fome até 2030 e reduzir as taxas de pobreza e de insegurança alimentar e nutricional.

Wellington Dias cumpre agenda na capital. Na manhã desta sexta, ele se reuniu com com o governador do Amazonas, Wilson Lima, prefeito de Manaus David Almeida, e outras lideranças políticas do Estado, no Centro de Convecções Vasco Vasques.

"O Brasil precisa avançar cada vez mais nessa guerra contra a fome. Estamos integrando cada vez mais a iniciativa privada com o Estado. E o Amazonas não poderia ficar de fora nisso. Estamos destinando para o Estado cerca de R$ 7,6 bilhões, que ajudarão os mais necessitados. Vamos trabalhar juntos em prol do Amazonas", anunciou o ministro Wellington Dias.

O governador Wilson Lima agradeceu e disse que a adesão ao programa irá beneficiar os amazonenses que vivem em situação de pobreza.

"Agradeço a visita do ministro para reafirmar o compromisso do Governo Federal em acabar com a fome no Amazonas. O Estado tem a Floresta Amazônica e, em contrapartida, a população daqui está 50% na linha de fome e isso não pode acontecer. Esse povo precisa de política pública e está acontecendo isso agora. Vamos juntos acabar com a fome no Amazonas", comentou Wilson Lima.

Inauguração

Antes do encontro para a adesão do Amazonas ao plano, o ministro Wellington Dias participou da inauguração da Cozinha Solidária, que fica localizada na Rua Pacobaíba, bairro Compensa, Zona Oeste da capital.

De acordo com o ministro, as cozinhas solidárias distribuirão, de forma gratuita, alimentos e refeições para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Após o evento, o ministro também participou da reinauguração do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Nossa Senhora da Conceição, que fica na Rua Algas Marinhas, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus.

'Brasil Sem Fome'

O presidente da República Lula assinou, em agosto deste ano, um decreto que cria o Plano Brasil Sem Fome, programa que visa combater a insegurança alimentar e tirar o país do mapa da fome.

O plano integra um conjunto de 80 ações e políticas públicas de 24 ministérios para alcançar cerca de 100 metas traçadas. Ao todo, são três eixos:

  • acesso à renda, redução da pobreza e promoção da cidadania;
  • segurança alimentar e nutricional: alimentação saudável da produção ao consumo;
  • mobilização para o combate à fome;

Segundo o Governo Federal, em 2022, a Rede de Pesquisadores em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional revelou que 33 milhões de pessoas viviam em condições de insegurança alimentar grave. Nos últimos dois anos, 4,7% da população não tinha acesso a uma quantidade mínima de alimentos.