Corpo foi achado por sitiante em Guajará-Mirim — Foto: Reprodução/PM-RO
1 de 1 Corpo foi achado por sitiante em Guajará-Mirim — Foto: Reprodução/PM-RO

Corpo foi achado por sitiante em Guajará-Mirim — Foto: Reprodução/PM-RO

A Polícia Civil tenta identificar a identidade do homem que foi achado morto numa poça de lama, nesta semana, em Guajará-Mirim (RO), região de fronteira com a Bolívia. O corpo foi encontrado por uma agricultora que estava em busca de um suíno desaparecido.

Segundo a Polícia Militar (PM), que foi até o propriedade atender a ocorrência, a sitiante andava numa área perto de mata em busca de uma 'porca' quando avistou um cadáver. Inicialmente a mulher pensou que o corpo não tinha cabeça e então acionou a polícia.

Quando chegaram no local, na quinta-feira (30), os militares constataram que o crânio do homem estava 'afundado' dentro da poça. O corpo, já em estado de decomposição, apresentava marcas de perfurações nas costas, aparentemente causadas por faca.