Três adultos, uma criança e uma adolescente morreram no acidente, na manhã deste sábado (23). Aeronave transportava uma pessoa a mais do que a capacidade; Cenipa investiga o caso.

Por Flávia Santucci, Helio Carvalho, EPTV e g1 Ribeirão e Franca

Foto da esquerda: Delcides Menezes Tiago; foto da direita (da esquerda para a direita): Eduarda Garcia da Silva, José Ricardo Nogueira Teles e Renata Garcia Nogueira — Foto: Redes sociais
1 de 4 Foto da esquerda: Delcides Menezes Tiago; foto da direita (da esquerda para a direita): Eduarda Garcia da Silva, José Ricardo Nogueira Teles e Renata Garcia Nogueira — Foto: Redes sociais

Foto da esquerda: Delcides Menezes Tiago; foto da direita (da esquerda para a direita): Eduarda Garcia da Silva, José Ricardo Nogueira Teles e Renata Garcia Nogueira — Foto: Redes sociais

As cinco pessoas que morreram na queda de um avião de pequeno porte na manhã deste sábado (23) em uma praça de Jaboticabal (SP) eram da mesma família. São três adultos, uma criança e uma adolescente entre as vítimas.

Veja os nomes e parentesco:

  • Delcides Menezes Tiago (65 anos) - empresário, piloto e dono da aeronave. Ele era casado com Rafaelly Nogueira Teles e trazia a família dela para a região de Ribeirão Preto (SP) para todos passarem o Natal.
  • Renata Garcia Nogueira (39 anos) - sogra de Delcides
  • Edson da Silva Teles (42 anos) - sogro de Delcides
  • Eduarda Garcia da Silva (15 anos) - sobrinha de Renata e Delcides
  • José Ricardo Nogueira Teles (5 anos) - irmão da esposa de Delcides

Monomotor cai em Jaboticabal (SP) e deixa mortos — Foto: Redes sociais

Delcides era de Monte Alto (SP), enquanto os outros quatro moravam em Indiaporã (SP), que decretou luto oficial de três dias.

Dia, horário e local dos velórios e enterros não haviam sido divulgados até a publicação desta reportagem.

Queda do avião

Avião monomotor com 5 pessoas cai em praça em Jaboticabal, SP

Avião monomotor com 5 pessoas cai em praça em Jaboticabal, SP

A queda ocorreu na Praça das Jaboticabeiras, no bairro Jardim Universitário, por volta das 9h. Depois de cair, o monomotor pegou fogo e explodiu.

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram um avião monomotor em chamas logo depois de cair e explodir. Nas gravações, também é possível ouvir o desespero de moradores próximos que presenciavam a cena (assista acima).

LEIA TAMBÉM

Duas pessoas morreram carbonizadas na hora, enquanto uma terceira chegou a receber atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos. Não há informações sobre como ocorreram a quarta e quinta mortes. Todas elas estavam na aeronave.

Acima da capacidade

O avião era um monomotor RV-10, prefixo PT-ZVL, fabricado em 2012 e com capacidade para piloto e mais três passageiros.

A aeronave era da categoria experimental e tinha situação regular na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), mas estava com mais passageiros do que o permitido, já que as cinco pessoas que morreram estavam a bordo.

Cadastro na Anac de aeronave que caiu em Jaboticabal, SP — Foto: Reprodução

De acordo com apuração da EPTV, afiliada da TV Globo, no local, o monomotor saiu de Monte Alto (SP) para Fernandópolis (SP). Na volta, não teria conseguido pousar em Monte Alto e seguiu para Jaboticabal, onde caiu.

Investigadores do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foram acionados ao local e deram início à investigação do acidente, com coleta de dados e verificação de danos causados à aeronave, ou pela aeronave.

"O Cenipa tem o objetivo de investigar as ocorrências aeronáuticas, de modo a prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os possíveis fatores contribuintes", diz nota.

Acidente com avião de pequeno porte no interior de SP — Foto: Juan Silva/ Arte g1