Carteira de trabalho — Foto: Lílian Veronezi
1 de 1 Carteira de trabalho — Foto: Lílian Veronezi

Carteira de trabalho — Foto: Lílian Veronezi

De janeiro a outubro deste ano, o estado de Rondônia apresentou um crescimento sólido no mercado de trabalho formal, período em que gerou um saldo de quase 12,6 mil vagas com carteira assinada. Os dados foram divulgados nesta semana pelo Novo Caged, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

A distribuição de novas vagas por sexo em Rondônia se destacou pela equidade: foram 7,2 mil admissões para homens e 5,2 mil para mulheres. E segundo o MTE, em dez meses ocorreram 12.536 admissões e 12.132 desligamentos.

Com base na análise dos cinco setores economicamente avaliados pelo Novo Caged em Rondônia, houve saldo positivo em três deles:

  • o setor de Serviços se destacou com a atividade mais intensa, apresentando um saldo de 213 vagas, originado de 4.296 admissões e 4.083 desligamentos.
  • e o contingente de profissionais empregados nesse setor atingiu a marca de 106.629.

Empregos em outubro

Em outubro, o estoque total de empregos formais atingiu a marca de 270.179, com um saldo positivo de 404 novos postos de trabalho.

Os setores de comércio registraram saldos positivos em outubro. Por outro lado, a construção e agropecuária experimentaram quedas em admissões nesse período.

No que diz respeito aos municípios, Porto Velho não aparece em destaque. Isso porque Vilhena liderou o saldo de empregos formais em outubro de 2023, com um total de 125, resultando assim no balanço total: 1.451 contratações e 1.326 demissões na cidade, desde janeiro.

Os outros municípios com os melhores saldos em outubro foram: