Atleta conhecido como 'Blade Runner' deixou a cadeia nesta sexta-feira (5), na África do Sul. Pistorius ficará em liberdade condicional.

Por g1

Oscar Pistorius deixa a prisão

O ex-atleta paraolímpico Oscar Pistorius, que foi condenado por matar a namorada, deixou a prisão após ficar quase nove anos detido, nesta sexta-feira (5). Pistorius ficará em liberdade condicional, segundo as autoridades da África do Sul.

Pistorius, que ficou conhecido como o “Blade Runner” por suas pernas de próteses de fibra de carbono, foi condenado por matar a tiros a modelo Reeva Steenkamp. O crime aconteceu no Dia dos Namorados, em 2013.

Segundo o Departamento de Serviços Correcionais da África do Sul, o ex-atleta foi admitido no sistema de correções comunitárias e já está em casa.

A Justiça determinou que Pistorius continue fazendo terapia para controle de raiva, além de participar de sessões sobre violência de gênero. Um oficial também será responsável por monitorar o ex-atleta até o fim da pena, em 2029.

Atualmente, o ex-atleta está com 37 anos. Quando foi acusado de matar a namorada, Pistorius disse que confundiu a jovem com um ladrão. Por este motivo, ele teria atirado quatro vezes dentro do banheiro da casa dele, em Pretoria.

Em um comunicado, a família de Reeva Steenkamp afirmou que "nunca poderá haver justiça se o seu ente querido nunca mais voltar".

“Nós, que ficamos para trás, somos os que cumprimos pena de prisão perpétua”, afirmou June Steenkamp, mãe de Reeva.

Tribunal aumentou a pena do campeão paralímpico sul-africano Oscar Pistorius. Foto de arquivo de 16 de outubro de 2014 — Foto: Siphiwe Sibeko/ Reuters

Condenação

Reeva Steenkamp em foto de divulgação de reality show — Foto: AP

Pistorius foi condenado a seis anos de reclusão, em 2016, por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. A promotoria que acompanhava o caso resolveu recorrer da decisão.

Em 2015, o Supremo Tribunal de Apelações da África do Sul acatou o recurso da promotoria. Dois anos depois, em 2017, a pena do ex-atleta foi aumentada para 13 anos e cinco meses de prisão.

A decisão de conceder liberdade condicional a Pistorius saiu em 2023.

Justiça da África do Sul condena o ex-atleta paralímpico Oscar Pistorius

Justiça da África do Sul condena o ex-atleta paralímpico Oscar Pistorius