Criança atingida por disparo acidental está em coma induzido após acidente em casa. Menina de 5 anos, irmã da vítima, pegou arma no balcão e atirou acidentalmente.


Menino está internado no Heuro em Cacoal — Foto: Governo de RO/Reprodução

Menino está internado no Heuro em Cacoal — Foto: Governo de RO/Reprodução

Um menino de 2 anos de idade, filho de um policial militar, foi internado no fim de semana após ser baleado na cabeça dentro da própria casa em Rolim de Moura (RO), na zona da mata. O disparo foi feito acidentalmente pela própria irmã, que teve acesso à arma do pai.

O incidente ocorreu na residência da família, onde os filhos estavam sob os cuidados do pai. Segundo o boletim de ocorrência, a filha de 5 anos pegou a pistola que estava no balcão e em determinado momento de descuido, acionou o gatilho acidentalmente, atingindo assim o irmão mais novo na cabeça.

O menino foi socorrido imediatamente para a UPA de Rolim de Moura e posteriormente transferido para o Heuro em Cacoal. O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil.

De acordo com informações apuradas pela Rede Amazônica nesta segunda-feira (22), o policial militar comunicou, por meio de uma rede social, que seu filho passou pelo procedimento cirúrgico após receber os primeiros atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rolim de Moura.

A gravidade do incidente exigiu a transferência para o Heuro em Cacoal, onde o menino segue internado em coma induzido.