A Polícia Rodoviária Federal (PRF) capturou um homem suspeito de cometer diversos crimes no Brasil e em Portugal, entre eles homicídios e corrupção de menores. O foragido estava com documentos falsos e foi descoberto em Ariquemes (RO), após ser flagrado com porte ilegal de arma de fogo.

A abordagem foi feita próximo ao Km 519 da BR-364. Depois disso, foram mais de seis horas de pesquisas até que os policiais confirmaram a identidade do suspeito e os crimes atribuídos a ele.

Segundo a PRF, informações prestadas pelo suspeito contribuíram para identificar a farsa. Por exemplo: ele contou que era filho único, mas os policiais identificaram que a pessoa que ele dizia ser na verdade tinha três irmãos: dois deles contaram à polícia que realmente tinham um irmão com aquele nome, mas ele morreu quando tinha dois meses de vida.

Depois disso, os policiais perceberam que todos os documentos apresentados pelo homem haviam sido emitidos recentemente, o que reforçou a teoria de identidade falsa. Depois de seis horas, os agentes confirmam que ele utiliza a identidade de uma pessoa morta.

Quando descobriram a real identidade do suspeito, os policiais detectaram que ele possuía dois mandados de prisão em aberto por crimes como homicídio, corrupção de menores, porte ilegal de arma de fogo e furto qualificado no Brasil.

Além disso, a PRF verificou que nos anos 2000 o homem também foi apontado suspeito de matar uma pessoa em Portugal, além de praticar outros crimes no país: sequestros, lesão corporal, roubo, porte ilegal de arma de fogo e extorsão.

Ele foi capturado e ficou à disposição da Justiça. A pistola encontrada em sua posse foi apreendida.