FOTOS da Sapucaí: 1ª noite de desfiles

A última alegoria da Beija-Flor soltava bolhas de fumaça e nitrogênio sobre a Avenida. Segundo Rodrigo Marques, técnico responsável pelo efeito, a máquina jogava o nitrogênio com fumaça, formando a bolha.

Bolhas de gás hélio formam mar no desfile da Beija-flor

Bolhas de gás hélio formam mar no desfile da Beija-flor

Ao ser tocada, a bolha soltava uma fumacinha. Usando ventiladores e coolers, era possível formar o efeito de mar de bolhas. Dez pessoas trabalharam durante o desfile para criar o efeito. As máquinas foram importadas da China e cada uma custou R$ 50 mil.

Dançarina da Comissão de frente da Porto da Pedra é içada pelo cabelo a 12m de altura

Dançarina da Comissão de frente da Porto da Pedra é içada pelo cabelo a 12m de altura

Segundo ela, durante o número de suspensão capilar também há tranças específicas feitas para proteger os cabelos. Karina explica que não há restrições de tratamento dos cabelos, mas que tem uma dieta bastante regrada e toma suplementos vitamínicos para o fortalecimento dos fios.

A Grande Rio distribuiu 55 mil pulseiras luminosas para o público, que foram responsáveis por uma iluminação especial na arquibancada. O "xyloband" é uma pulseira luminosa que acendem e mudam de cor em sincronia e que são comandadas remotamente. Assim que a escola entrou na Avenida, um técnico fazia a ativação da iluminação. (Confira no vídeo abaixo)

Entenda como funciona o mecanismo de ativação da iluminação das pulseiras na Sapucaí

Entenda como funciona o mecanismo de ativação da iluminação das pulseiras na Sapucaí

Outro efeito que chamou a atenção do público foi a Comissão de frente da Grande Rio, que contou o mito da criança com o velho onça, que trazia um homem dentro de uma enorme onça.

“Eu encarnava os trejeitos da onça, para ela comer a lua. E aí escalava aquela parte. É trabalhoso, principalmente em questão de ensaio”, explicou Erick Simões, que atravessou a Sapucaí dentro da escultura.

Luz de onça acende na comissão de frente da Grande Rio

Luz de onça acende na comissão de frente da Grande Rio

A onça foi trançada manualmente por artistas da Escola de Belas Artes durante quatro meses. Eles utilizaram fio plástico PVC, muito usado em cadeiras de praia antigas.

Paolla Oliveira vira onça à frente da Rainha de Bateria da Grande Rio

Paolla Oliveira vira onça à frente da Rainha de Bateria da Grande Rio

Um dos destaques da primeira noite ficou por conta da atriz Paolla Oliveira, que desfilou com uma fantasia de onça, usando uma capacete que se fechava e a "transformava" em uma onça.

O esplendor da fantasia da atriz era acionado por ela, fazendo com que uma máscara de onça com olhos luminosos descessem sobre o seu rosto.

Imperatriz prepara balão para entrar na Sapucaí

Imperatriz prepara balão para entrar na Sapucaí

O g1 acompanhou o força-tarefa de montagem para inflar e preparar os balões. A operação fez uso de um caminhão inteiro com cilindros de gás hélio e mais de 10 homens para inflar objeto. No balão principal, a bailarina Gabriela Freire flutuou sobre o Sambódromo.

Cigana flutua na fogueira da Comissão de Frente da Imperatriz

Cigana flutua na fogueira da Comissão de Frente da Imperatriz

Os bailarinos da Comissão de frente da Imperatriz Leopoldinense levaram para a Avenida uma grande fogueira e uma cigana presa por cabos de aço que sobrevoava o grupo. A cigana Esmeralda se apresenta como uma divindade cercada pelas chamas avermelhadas.

Os dançarinos criaram o efeito através de movimentos sincronizados de lenços, que voam ao redor da Cigana Esmeralda.

Veja iluminação da Sapucaí com as cores de todas as escolas.

Veja iluminação da Sapucaí com as cores de todas as escolas.

Esse ano as escolas contam com roteiro de iluminação específico. Na primeira noite de desfiles as agremiações utilizaram muito o recurso, chegando a deixar a avenida às escuras em alguns momentos. A nova ferramenta é capaz de pulsar no ritmo da bateria, colorir toda a avenida de uma vez ou até mesmo iluminar apenas um único ponto do desfile.