Em seguida, Berlandia Mendes aparece e agradece o salvamento.

Marcos Vinícius de Souza Vasconcelos e Berlandia Mendes — Foto: Reprodução

"Esse é o meu anjo, que salvou a minha vida. Deus enviou ele para salvar a minha vida e a vida das minhas filhas", contou a mulher.

O marido de Berlandia também participou do encontro. "Ganhei mais um filho, e ele, mais irmãs", afirmou o pai das gêmeas Brenda e Beatriz.

Como foi o resgate

Berlandia dirigia o carro com as 2 filhas atrás quando, na Rua Ministro Lafaiete de Andrade, foi surpreendida pela força da água.

O veículo estava prestes a ser engolido pela correnteza quando Marcos, dentro de um ônibus, interveio. Com uma perna, segurou o automóvel pela roda, para então pegar e passar as crianças pela janela para os demais passageiros e, depois, ajudar Berlandia a sair.

Com as 3 a salvo, o carro foi levado pela enchente.

Marcos estava em um ônibus na Rua Ministro Lafaiete de Andrade, em Comendador Soares, quando viu o carro da família preso na enxurrada e foi alertado por pessoas de uma academia que havia uma família no veículo.

Jovem que resgatou família de enxurrada os reencontra no RJ

Jovem que resgatou família de enxurrada os reencontra no RJ

Segundo ele, aquele não era o trajeto normal do ônibus, que seguiria pela Via Light, mas que a rua estava completamente alagada e, por isso, o motorista pegou o desvio.

"Por questão de segundos ela poderia ter sido levada. Eu fiquei pensando nisso por um bom tempo, que em questão de segundos não aconteceu uma tragédia", afirmou o rapaz.

Momentos de tensão

A mulher, de dentro do automóvel, passou as duas filhas, gêmeas, pela janela. Em seguida, a motorista foi ajudada por Marcos para subir no ônibus. Imagens mostram que, imediatamente após o resgate, o carro foi levado pela correnteza.

"O carro estava na distância da minha perna exatamente, para eu conseguir botar o pé no pneu e o pé na escada do ônibus. E eu estava segurando em cima do carro e ela conseguiu abrir a porta. Eu consegui puxar a porta e trazer as crianças pro meu braço e passando para o braço e dando para o pessoal que estava no ônibus", explicou Marcos.

Berlandia Mendes e as filhas, Brenda e Beatriz, — Foto: Reprodução

Segundo o rapaz, o ônibus em que ele estava sofreu uma pane por conta da água, e os passageiros ficaram aguardando outro coletivo chegar.

Como ele estava a 20 minutos de casa a pé, ele preferiu seguir por conta própria. Ao chegar em casa, Marcos afirma que se deparou com o imóvel cheio de água e que perdeu móveis e eletrodoméstico.

Casa do jovem alagada

Diversos bairros do município ficaram debaixo d’água, e muitas pessoas perderam tudo. Uma das famílias afetadas foi a do jovem, que teve que colocar os móveis para o alto para tentar salvá-los. Em um vídeo, ele mostra a altura da água no terreno.

A tia dele, que mora na casa ao lado, também teve perdas. A família abriu uma vaquinha online para arrecadar dinheiro para repor os prejuízos.

“Obrigado a todos que estão mandando mensagem, estou bem. Cheguei em casa e estou ajudando minha tia e botando meus móveis para o alto também. Deus sabe das coisas”, escreveu ele.

"Depois de um dia desse, olha como está o quintal da minha tia. Tudo alagado. Está tudo para o alto, mas Deus sabe das coisas", lamenta, sem perder a fé.