Governo de Rondônia realiza neste sábado o “Dia D de combate à Dengue”

Acontece neste sábado (16), uma ação promovida pelo Governo de Rondônia voltada para o combate à dengue, conforme Decreto N° 28.953, de 6 de março de 2024. O evento vai reunir cada instituição da administração pública para uma mobilização de conscientização e orientação, com moradores de bairros específicos do Estado.

O titular da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Jefferson Rocha enfatizou sobre a importância da ação. “A mobilização não se limita apenas à eliminação de focos do mosquito transmissor, mas também à conscientização da população sobre a relevância de adotar medidas preventivas, como eliminar recipientes que possam acumular água parada, usar repelentes e telas de proteção nas janelas”, ressaltou.

Mobilização

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, a ação é uma medida para unir forças com a população e promover a erradicação dos focos do mosquito. “O envolvimento comunitário com a gestão no combate ao mosquito transmissor, é essencial para proteger a saúde dos rondonienses, prevenindo surtos da doença”, salientou.

Os sintomas da dengue podem variar em mulheres, homens, idosos e crianças, mas geralmente incluem febre alta, dores musculares, dor de cabeça intensa, náuseas, vômitos e erupção cutânea. Em casos mais graves, podem ocorrer sangramentos, confusão mental e choque. Se houver suspeita de dengue é fundamental procurar assistência médica.

Atendimento

O usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) que manifestar sintomas da doença deve se direcionar primeiramente à Unidade Básica de Saúde (UBS). Em casos graves, o Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), que é referência em atendimento de doenças infectocontagiosas e tropicais, oferece assistência clínica para maiores de 14 anos, por meio da regulação, atendendo conforme diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

Prevenção

Jogar fora todo e qualquer lixo que possa juntar água (tampa de garrafa, tampa de marmitex, sacola plástica);
Esvaziar garrafas e mantê-las com a boca virada para baixo;
Limpar calhas;
Colocar areia nos pratos das plantas; e
Tampar tonéis, lixeiras e caixas-d’água; e colocar objetos como pneus e lonas abrigados da chuva.

Rondoniagora.com