O choro de Fernando Máximo não para

Ainda não recuperado, deputado federal Fernando Máximo segue com o choro, “denunciando” que foi traído até dentro de seu partido, que o vetou para disputar a Prefeitura de Porto Velho. O que impressiona ele: até mesmo a direção nacional o preteriu.

Chorando

Apesar de aparentemente terem grau de severidade para o parlamentar, ele precisa entender que o jogo político tem manobras às vezes difíceis de compreensão. Admira mesmo é um deputado federal após mais de um ano na Câmara não entender que articulações como as que o deixaram de fora são bem comuns.

A Deus pertence

Mesmo reclamando, Fernando Máximo se lembra que é evangélico. E disse que Deus tem planos maiores para ele. Se tudo é parte do plano de Deus, por que tanto choro?

Medo

A realidade é que o deputado aparentemente teve medo de sair do União Brasil e perder a imunidade parlamentar em meio a várias investigações em andamento ainda por conta de sua passagem pela Secretaria de Saúde do estado.

O novo fator

Várias correntes da extrema direita vêm se posicionando que o PL lance a 2ª suplente de deputado federal pelo PL, Sofia Andrade, à Prefeitura de Porto Velho. Os que defendem Sofia destacam que a briga na campanha deve ser polarizada por duas mulheres: Mariana Carvalho e a juíza aposentada Euma Tourinho, se confirmada pelo MDB, sendo a suplente uma outra novidade na eleição.

Melhor que Coronel Chrisóstomo

No PL o deputado Coronel Chrisóstomo já disse que pretende disputar. O problema é que seu legado para Porto Velho, após quase 6 anos em Brasília, é quase nenhum. Foi reeleito na onda bolsonarista e vive para defender o ex-presidente repetindo apenas bravatas irresponsáveis. 

Estrelas

Por falar em Fernando Máximo, o golpe do final de semana pode ajuda-lo a ser mais humilde. O político não atende jornalistas ou só aqueles que o interessam. Maurício Carvalho (União) da mesma forma. No domingo até que atendeu telefonema do jornalista que pretendia confirmar a entrada de Mariana Carvalho no União Brasil. Atendeu rapidamente e disse que estava na igreja, por volta de 9h15. Deve ter passado o restante do dia também em orações pois ignorou todos os demais chamados.

Léo Moraes

Ainda com tempo para decidir se concorre nas eleições desse ano, o atual diretor do Detran, Léo Moraes, por enquanto apenas observa a cena política. Tem até 5 de junho para a decisão...

Rondoniagora.com