Serão instalados cerca de 1.200 pontos pela Emdur, com luminárias de LED 50W nos distritos e comunidades

Porto Velho, RO - A Prefeitura de Porto Velho, através da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (Emdur), tem ampliado o número de pontos de iluminação pública na sede do município e nos distritos, saltando de 20 mil para mais de 70 mil atualmente, sendo cerca de 30 mil de luminárias de LED, através do programa PROLED. Nesta quinta-feira (4), o prefeito Hildon Chaves assinou ordem de serviço para a instalação de aproximadamente 1.200 pontos de iluminação pública com luminárias LED de 50W, na região do baixo Madeira.

"Estamos levando para os distritos e comunidades do baixo Madeira o programa PROLED, com a mesma qualidade de iluminação pública que temos na sede do município. Isso representa mais economia, menos manutenção no sistema e uma qualidade superior no serviço, com oito anos de garantia e uma vida útil que pode chegar a até 20 anos", disse o prefeito.

De acordo com o planejamento da Emdur, o programa PROLED vai chegar aos distritos de São Carlos, Calama, Nazaré e Demarcação, contemplando ainda comunidades como Aliança, Cujubim, Cujubinzinho, Conceição da Galera, entre outras.


Prefeito disse que o programa terá a mesma qualidade de iluminação pública que tem na sede do município

Na capital, o PROLED já atendeu mais de 50 bairros, além de diversos espaços públicos como quadras, praças e campos de futebol. A substituição das luminárias de vapor por LED, garante economia de até 70% aos cofres públicos. Iniciado em setembro de 2021, o programa visa modernizar e padronizar a iluminação pública da capital e dos distritos.

VANTAGENS DO LED

Mais eficientes, com menor custo de manutenção, maior durabilidade do que as luminárias de vapor metálico, além de economia com um gasto cerca de 60% a 70% a menos de energia, as luminárias de LED representam uma cidade mais iluminada, com menor custo, pois possuem uma durabilidade maior.

As de vapor, além de durarem menos, requerem um mecanismo de funcionamento mais complexo, com até sete componentes. Se um deles der problema, a lâmpada apaga. LED é apenas relé e a luminária, permitindo fazer a identificação do problema e o reparo com mais agilidade.



Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)