A cerimônia de abertura da 11ª Rondônia Rural Show Internacional aconteceu no auditório principal do Centro Tecnológico Vandeci Rack

Porto Velho, RO - Com uma estrutura mais moderna, confortável e acolhedora, e a expectativa de ser sucesso mais uma vez, a 11ª Rondônia Rural Show Internacional (RRSI) foi oficialmente aberta nesta segunda-feira (20). A cerimônia reuniu autoridades, produtores rurais, especialistas do agro, investidores, representantes dos Poderes Legislativo, Judiciário e de comitivas internacionais, no auditório principal do Centro Tecnológico Vandeci Rack, localizado na BR-364, km 333, em Ji-Paraná, área central de Rondônia.

O ânimo e as expectativas de bons resultados na feira tomaram conta do público. O governador de Rondônia, Marcos Rocha ressaltou que, a Rondônia Rural Show, considerada a maior feira do agro da região Norte, irá mostrar em uma programação especial de seis dias, os casos de sucesso da agricultura da Amazônia, com alta produtividade e responsabilidade ambiental. Também vai proporcionar a troca de conhecimentos e bons negócios, com a exposição das mais diversas e modernas tecnologias e inovações do setor.

EVOLUÇÃO

A estrutura foi ampliada e conta com 650 estandes de expositores

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, ‘‘Rondônia tem solução para a alimentação sustentável do mundo e estamos mostrando isso nesta feira, que é feita pelo governo de Rondônia, mas pertence a todos que contribuem para torná-la um tremendo sucesso.

Começou em 2012, movimentando R$ 186 milhões; em 2023 alcançou R$ 3,5 bilhões, reflexo da evolução da produção sustentável de alimentos de Rondônia, para o Brasil e o mundo. Este ano melhoramos, ainda mais, a estrutura da Rondônia Rural Show Internacional e acreditamos que colheremos mais uma vez o sucesso, para fortalecer a nossa economia, melhorar a qualidade de vida da população e valorizar o estado’’, salientou.

POTENCIALIDADES

O governador apontou, ainda, a posição privilegiada de Rondônia no cenário nacional, com a produção de cafés premiados; liderança na produção do Tambaqui; qualidade da carne, proveniente do maior rebanho bovino do Brasil livre de febre aftosa sem vacinação; fortalecimento da produção de grãos como soja e milho; atração de grandes indústrias, a exemplo da já anunciada a de etanol com aproveitamento do milho, que deve se instalar em Cerejeiras.

A primeira-dama do estado, Luana Rocha destacou que, o aumento perceptível de expositores e de pessoas circulando no primeiro dia da feira sinaliza o quanto a população de Rondônia está unida em prol do objetivo de desenvolver o estado. ‘‘Essa feira é espetacular, com vários expositores mostrando o fruto do trabalho de cada um, tornando o estado mais próspero. Rondônia atrai quem está interessado em desenvolvimento’’, pontuou.

ESTRUTURA

Expositores apresentam desde modernos maquinários agrícolas até insumos

Para este ano, o governo de Rondônia trouxe o tema ”Agricultura da Amazônia”. Ampliou a quantidade de estandes expositores para 650, que vão desde modernos maquinários agrícolas até insumos; expandiu o número de vitrines tecnológicas para 26, contemplando as principais cadeias produtivas de Rondônia como café, cacau e mandioca.

A estrutura da feira conta com espaços climatizados como o Pavilhão Empresarial Internacional; Pavilhão da Agricultura; Pavilhão da Bovinocultura; sete estacionamentos para o público; seis praças de alimentação temáticas; pronto-atendimento; segurança; banheiros e heliponto.

O titular da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Luis Paulo pontuou que, a organização da feira movimentou não só a Seagri, mas todo o governo de Rondônia, que uniu esforços para trazer ao público, uma estrutura ainda melhor nesta edição. ‘‘A palavra que define essa feira é gratidão. Primeiramente a Deus, a todos do governo, e aos produtores que atenderam ao chamado e estão aqui para mostrar o trabalho de fortalecimento da agricultura e pecuária para o mundo’’, ressaltou.

INTERNACIONAL

A feira também é um atrativo para representantes internacionais. Este ano, a 11ª RRSI está sendo prestigiada por três embaixadas: Quênia, Costa do Marfim e Áustria; um governo internacional, o Departamento do Beni, na Bolívia; duas agências de comércio e investimentos: França e Austrália; e três representações comerciais internacionais: Estados Unidos, Peru e países africanos. O evento conta ainda com a presença de diversos representantes de segmentos empresariais.

O titular da Secretaria de Estado Desenvolvimento Econômico (Sedec), Sérgio Gonçalves destacou que, a quantidade de indústrias presentes e espaços maiores para exposição sinalizam o nível de confiança dos empresários na economia de Rondônia. O secretário agradeceu aos representantes internacionais pela presença e interesse em fortalecer as relações comerciais no estado. ‘‘Rondônia é gerador de empregos e riquezas, temos um ambiente favorável para os negócios. Com essa feira temos a expectativa muito positiva de vendas extraordinárias. Acreditamos que grandes negócios vão acontecer durante a Rondônia Rural Show Internacional’’, salientou.

SOS RIO GRANDE DO SUL

A abertura da 11ª Rondônia Rural Show Internacional também foi marcada pelo reforço acerca da importância de Rondônia continuar ajudando a população do Rio Grande do Sul, que sofre com os prejuízos das enchentes. O governador Marcos Rocha anunciou que, uma nova equipe do governo, especializada em salvamento foi enviada para colaborar com a força-tarefa rondoniense.

DIVULGAÇÃO

Imprensa vai mostrar as novidades da RRSI

A população pode acompanhar as notícias da Rondônia Rural Show pelo site oficial da feira, acessando o link https://rondoniaruralshow.ro.gov.br/ pelo Portal do Governo de Rondônia: https://rondonia.ro.gov.br/portal/, no YouTube: https://www.youtube.com/@governor e Instagram @rondoniaruralshpw/ e @governoro/. Também por meio das emissoras de TV, rádios e sites, que estão presentes para a cobertura da feira agropecuária.