Sistema Faperon, Senar, lança Programa Agrinho e reúne mais de 300 pessoas em Cerejeiras

A Escola Irmã Dulce foi o cenário de um evento que promete transformar a educação rural no estado de Rondônia. O lançamento do programa piloto Agrinho, foi realizado com grande entusiasmo e participação de mais de 300 pessoas.

A cerimônia teve início com uma calorosa recepção aos presentes, destacando a importância do evento. Para começar com chave de ouro, a turma do 4º ano A apresentou uma performance belíssima que encantou o público. Em seguida, os alunos do 5º ano A exibiram seu projeto intitulado "A Água de Cerejeiras Pode Acabar?", que abordou questões de sustentabilidade e conservação ambiental.

O evento foi oficialmente aberto com uma mensagem de boas-vindas do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Rondônia, em conjunto com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia, o Sindicato Rural de Cerejeiras, a Secretaria Municipal de Educação, e os parceiros Ciclo Cairu, Jussara Agro Aérea e a Cooperativa Sicred. Foi ressaltado que este projeto piloto, com o tema "Educação Ambiental nas Escolas Rurais", servirá como modelo para outros municípios.

Sistema Faperon, Senar, lança Programa Agrinho e reúne mais de 300 pessoas em Cerejeiras

Diversas autoridades locais compuseram a mesa diretiva, incluindo o presidente do Sindicato Rural de Cerejeiras, Sr. Jair Ferro; a prefeita de Cerejeiras, Sra. Lisete Marth; a secretária municipal de educação, Sra. Zenilda Mendes; o coordenador do programa Agrinho, Sr. Wellington Leão; a diretora da escola, Sra. Elizangela Alves; e a representante da empresa Jussara Agro Aérea, Sra. Tayla Lara. O evento também contou com o apoio do grupo Ciclo Cairu, que doará cinco bicicletas como premiação nesta edição.

Os discursos proferidos pelas autoridades presentes destacaram a importância do programa Agrinho na promoção de uma educação transformadora e motivadora para crianças e jovens da zona rural. Foi enfatizado o compromisso com a mudança de atitudes e a construção de um futuro mais sustentável.

A cerimônia foi encerrada com uma mensagem de otimismo e determinação, reforçando a importância da prática pedagógica através de projetos que integrem temas de relevância social, cultural, econômica, política e ambiental. Os convidados foram então direcionados para uma exposição de trabalhos desenvolvidos pelos alunos, seguida de um coffee break para confraternização.

O lançamento do programa Agrinho na Escola Irmã Dulce não só reforçou a importância da educação ambiental nas escolas rurais, mas também celebrou o compromisso da comunidade com um futuro mais sustentável e consciente.

Sistema Faperon, Senar, lança Programa Agrinho e reúne mais de 300 pessoas em Cerejeiras

Rondoniagora.com