Sistema de cadastramento e gerenciamento fortalece programa “Mulher Protegida”; servidores são capacitados para a utilização da ferramenta

Cadastro das mulheres vítimas de violência será feito pelo Siscab criado pela Setic

Após o lançamento do Programa “Mulher Protegida”, que fortalece a assistência às vítimas de violência doméstica e em situação de vulnerabilidade em Rondônia, a Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) ofertou uma capacitação na quarta-feira (8) às equipes socioassistenciais dos municípios rondonienses.

O foco da capacitação foi “O Papel da Assistência Social no funcionamento da Rede de Atendimento à Mulher” e a apresentação do Sistema Estadual de Cadastro de Benefícios (Siscab), desenvolvido pela Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic).

Dentro do “Mulher Protegida”, a parceria da Setic é essencial para o cadastramento das mulheres vítimas de violência e gerenciamento de todos os dados pertinentes ao programa. Durante a capacitação oferecida pela Seas na quarta-feira, a gerente de Tecnologia da Informação e Comunicação da Setic, Maria Luiza Coelho Guimarães, apresentou em detalhes o (Siscab), abrangendo as informações necessárias para o cadastramento e acompanhamento com eficiência das etapas de atendimento ao público alvo.

Equipes socioassistenciais dos municípios sendo capacitadas para utilizar o Siscab

“Por meio desta parceria entre Seas e Setic, o programa será gerenciado pela plataforma Siscab, que é um Sistema de Benefício Social e já atende a Seas em diversos programas e agora também o “Mulher Protegida”. Esse sistema vai estar auxiliando os técnicos de todos os municípios de Rondônia para o cadastramento das mulheres que forem atendidas pelo Programa. Durante a capacitação, foram expostas as etapas em que os técnicos vão fazer o gerenciamento destes dados dentro do sistema, que é o módulo dos cadastros de dados gerais, contatos, monitoramento dessas mulheres, documentação e benefícios”, detalhou Maria Luiza.

O Siscab existe desde 2017 e foi criado inteiramente pela equipe da Superintendência de Tecnologia da Informação e Comunicação do Governo de Rondônia.

O “Mulher Protegida”, instituído pela Lei 5.165, de 29 de novembro de 2021, e sancionada pelo Governo de Rondônia, fortalece a rede de atendimento à proteção da mulher, já exercida nos 52 municípios do Estado. Na primeira etapa do programa, as mulheres vítimas de violência receberão um suporte financeiro de R$ 400, durante seis meses, sendo assistidas pelo Governo e os órgãos municipais. Em um segundo momento, serão disponibilizados, às mulheres atendidas pelo programa, cursos de capacitação ou aperfeiçoamento profissional voltados ao empreendedorismo e à empregabilidade.

Sistema de cadastramento e gerenciamento fortalece programa “Mulher Protegida”; servidores são capacitados para a utilização da ferramenta Sistema de cadastramento e gerenciamento fortalece programa “Mulher Protegida”; servidores são capacitados para a utilização da ferramenta Reviewed by Jotta Júnior on dezembro 09, 2021 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.