Avião com terceiro lote de vacinas infantis desembarca no Brasil

País recebeu mais 1,8 milhão de doses da vacina da Pfizer para crianças; ao todo, 4,3 milhões de vacinas chegaram em janeiro

Avião com as vacinas pousou em São Paulo por volta das 7h30

Avião com as vacinas pousou em São Paulo por volta das 7h30

GIULIA RODRIGUES/VIRACOPOS

Um novo lote com 1,8 milhão de doses da vacina pediátrica da Pfizer chegou ao Brasil nesta segunda-feira (24). O desembarque das vacinas para imunizar crianças de 5 a 11 anos foi comemorado pelo secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz. "A vacina tem sido uma das principais armas no enfrentamento da pandemia e, à medida que avançamos na vacinação, conseguimos diminuir o número de casos que chegam ao óbito", comentou.

O voo UC-1507, vindo de Amsterdam, pousou no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, às 7h27. A remessa, que chegaria no dia 27 de janeiro, foi antecipada em alguns dias por conta da alta demanda, totalizando 4,3 milhões de doses entregues no mês de janeiro. 

O primeiro carregamento desembarcou no dia 13 e o segundo, no dia 16, com 2,4 milhões de doses pediátricas. A expectativa é que sejam entregues mais 7,2 milhões de doses em fevereiro e 8,4 milhões em março, podendo chegar a 30 milhões no primeiro trimestre, segundo o Ministério da Saúde.

"Cerca de 90% da população adulta brasileira está imunizada com as 2 doses e mais de 30 milhões de brasileiros já tomaram a dose de reforço, mas os avanços não podem parar. É importante que todos procurem o posto de saúde para concluir a imunização", reforçou Cruz em uma mensagem nas redes sociais.

CoronaVac para crianças

Após aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para crianças a partir de 6 anos na última quinta-feira (20), a vacina CoronaVac foi incluída pelo Ministério da Saúde na campanha de vacinação contra Covid-19 para a faixa etária de 6 a 17 anos.

Com a orientação de que não seja aplicado em imunocomprometidos, a ampliação do uso do imunizante passou a fazer parte na sexta-feira (21) do PNO (Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19).

Para esse público, a dose aprovada da vacina, produzida a partir de vírus inativado, é a mesma usada para adultos (600 SU em 0,5 ml), com um intervalo de 28 dias entre a primeira e a segunda aplicação. A CoronaVac é produzida no Brasil pelo Instituto Butantan.

No caso da vacina da Pfizer para as crianças, o esquema vacinal prevê duas doses com intervalo de oito semanas. O imunizante tem dosagem e composição diferentes das que são utilizadas para os maiores de 12 anos.

A vacina para crianças é aplicada em duas doses de 0,2 ml (equivalente a 10 microgramas). A tampa do frasco da vacina virá na cor laranja, para facilitar a identificação pelas equipes de vacinação e também pelos pais, mães e cuidadores que levarão as crianças para serem vacinadas.

A imunização de crianças não é obrigatória no Brasil, diferentemente de todas as outras imunizações infantis previstas pelo PNI (Programa Nacional de Imunização). Para a vacinação desse público, será necessária a autorização dos pais. No caso da presença dos responsáveis no ato da vacinação, haverá dispensa do termo por escrito. A orientação da pasta é que os pais procurem a recomendação prévia de um médico antes da imunização.

Avião com terceiro lote de vacinas infantis desembarca no Brasil Avião com terceiro lote de vacinas infantis desembarca no Brasil Reviewed by Jotta Júnior on janeiro 24, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.