Condenados os acusados de matar haitiano em feira na capital

 


Condenados os acusados de matar haitiano em feira na capitalPromotores que atuaram no júri

Dois homens, acusados pelo assassinato do haitiano Garry Price, morto a tiros em uma feira da capital, em fevereiro de 2021, foram condenados. Os réus, um deles o executor dos disparos, foram sentenciados, às penas de 13 anos e seis meses de reclusão e a 12 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado.

O julgamento foi realizado na 1ª Vara do Tribunal do Júri e teve a atuação do promotor Elias Chaquian Filho, com a assistência dos promotores substitutos Eduardo Luiz do Carmo Neto, Lincoln Sestito Neto e Rodrigo Nicoletti.

De acordo com o Ministério Público, Garry Price foi morto no dia 13 de fevereiro do ano passado, por um disparo de uma arma de fogo caseira, efetuado por um dos réus, enquanto a vítima vendia frutas em uma feira, localizada no bairro Nova Porto Velho.

O crime aconteceu uma semana após uma discussão entre o feirante e o acusado, situação em que a vítima teria lhe desferido um tapa no rosto.

Conforme o MP, no momento do crime, o atirador se aproximou do feirante e, surpreendendo-o, efetuou o disparo, atingindo-o no tórax. A vítima foi a óbito no local.

A participação do segundo réu consistiu em levar o executor em uma motocicleta até o local onde ele foi buscar a arma, acompanhando-o ao lugar do crime, onde esperou até que os tiros fossem efetuados, para viabilizar a fuga.

O Conselho de Sentença condenou o primeiro réu por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima - surpresa) e o segundo, por homicídio qualificado (recurso que dificultou a defesa da vítima - surpresa).

Condenados os acusados de matar haitiano em feira na capital Condenados os acusados de matar haitiano em feira na capital Reviewed by Jotta Júnior on junho 10, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.