Se varíola dos macacos não for controlada, precisaremos de vacina, diz especialista

Primeira remessa de vacinas contra varíola dos macacos adquiridas pelo Brasil deve ser entregue em setembro


A vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) Isabella Ballalai afirmou, em entrevista à CNN, que “se não controlarmos surto [da varíola dos macacos], teremos que vacinar [a população] em massa”. O Brasil registrou a primeira morte na sexta-feira (29). 

O óbito de um homem, de 41 anos, internado em Belo Horizonte (MG), foi confirmado pelo Ministério da Saúde nesta sexta-feira (29).

A especialista destacou também que, por ora, não ocorrerá uma imunização em massa, apenas do público de risco.

A transmissão ocorre em grande parte nas relações sexuais, principalmente entre homens, e de forma respiratória, “mas não [na tamanha proporção] e capacidade como tem o sarampo ou a Covid-19”.

Em coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira (29), o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, afirmou que a primeira remessa de vacinas contra varíola dos macacos adquiridas pelo Brasil deve ser entregue em setembro.

Se varíola dos macacos não for controlada, precisaremos de vacina, diz especialista Se varíola dos macacos não for controlada, precisaremos de vacina, diz especialista Reviewed by Jotta Júnior on julho 31, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.