Energisa evita emissão de 11 mil toneladas de CO2 com programas de eficiência energética em Rondônia

Energisa evita emissão de 11 mil toneladas de CO2 com programas de eficiência energética em Rondônia

A Energisa evitou a emissão de 11 mil toneladas de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera desde que o Programa de Eficiência Energética (PEE) entrou em operação em Rondônia, em outubro de 2019. O gás dióxido de carbono é prejudicial porque contribui para a  elevação do efeito estufa no planeta, elevando as temperaturas e afetando a saúde humana.


O programa, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), já contemplou 26 projetos no estado com a substituição de aparelhos de ar-condicionado, geladeiras e lâmpadas de iluminação pública por modelos mais econômicos. Os trabalhos também abrangem a instalação de sistemas de geração com placas solares, contribuindo com o uso eficiente e com a  redução do consumo de energia. Algumas instituições do estado já contempladas pelo programa são o Hospital Santa Marcelina, a Apae de Ariquemes e o Centro de Reabilitação Neurológica Infantil de Cacoal.

O coordenador do PEE, Thiago Peres, explica que quando o equipamento é substituído por outro mais eficiente, há redução do consumo de energia e menos emissão de CO2 na atmosfera. “Os equipamentos trocados são recolhidos para reciclagem por empresa especializada, que faz o descarte correto desde o óleo dos motores até as partes metálicas”, esclarece.

Energisa evita emissão de 11 mil toneladas de CO2 com programas de eficiência energética em Rondônia Energisa evita emissão de 11 mil toneladas de CO2 com programas de eficiência energética em Rondônia Reviewed by Jotta Júnior on setembro 14, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.