Confúcio Moura discute Orçamento da saúde com relator-geral e com vice-presidente eleito

Publicidade

Confúcio Moura discute Orçamento da saúde com relator-geral e com vice-presidente eleito

O senador Confúcio Moura (MDB-RO), relator setorial do Orçamento da área de saúde para 2023, participou de uma importante reunião nesta quinta-feira (03), na liderança do MDB no Senado Federal, com o coordenador de transição e vice-presidente eleito da República, Geraldo Alckmin, que apresentou à casa as principais demandas de ajustes orçamentários para o exercício, a serem analisadas pela Comissão Mista de Orçamento (CMO).

O convite partiu do Relator Geral do Orçamento, senador Marcelo Castro (MDB-PI), eis que o orçamento da saúde é o maior e corresponde à área mais sensível de todas as políticas públicas impactadas. Confúcio também presidiu por dois anos a Comissão Mista de Acompanhamento da COVID no Congresso Nacional (CN-COVID) e a Comissão de Acompanhamento da COVID no Senado Federal (CT-COVID), das quais surgiram várias soluções para os impactos da pandemia, dentre elas a aprovação do auxílio emergencial.

Confúcio Moura considerou a reunião muito produtiva e cortês. Ele lembrou que a Comissão Mista de Orçamento (CMO) teve suas reuniões interrompidas durante o período eleitoral, e agora deve correr contra o tempo para que o orçamento esteja pronto até o dia 18 de dezembro, destacando que serão necessários importantes ajustes para atender a saúde, especialmente quanto a ampliação de verbas para a Farmácia Popular, para a redução da fila eletiva do SUS, garantia de vacinas, cobertura da saúde indígena e para o tratamento do câncer.