Comitê da Câmara dos EUA libera declarações fiscais de Trump

O ex-presidente dos EUA Donald Trump durante apuração dos votos da eleição de meio de mandato nos EUA, em 9 de novembro de 2022. — Foto: Andrew Harnik/ AP
1 de 2 O ex-presidente dos EUA Donald Trump durante apuração dos votos da eleição de meio de mandato nos EUA, em 9 de novembro de 2022. — Foto: Andrew Harnik/ AP

O ex-presidente dos EUA Donald Trump durante apuração dos votos da eleição de meio de mandato nos EUA, em 9 de novembro de 2022. — Foto: Andrew Harnik/ AP

Um comitê da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, controlado por democratas, divulgou ao público seis anos de declarações fiscais do ex-presidente Donald Trump nesta sexta-feira (30), em uma ação extraordinária dias antes de os republicanos assumirem o controle da Câmara.

A divulgação dos documentos de Trump entre 2015 a 2020 encerra uma batalha de vários anos entre o ex-presidente republicano e os legisladores democratas.

Dados preliminares mostravam que a relação entre a renda e o pagamento de impostos de Trump flutuaram drasticamente de 2015 a 2020, durante sua primeira candidatura presidencial e subsequente mandato.

Trump e sua esposa Melania reivindicaram grandes deduções e perdas e pagaram pouco ou nenhum imposto de renda em vários desses anos. Agora, com a liberação das declarações fiscais, esses valores poderão ser auditados publicamente.

O presidente do Comitê, Richard Neal, solicitou as declarações em 2019, argumentando que o Congresso precisava vê-las para determinar se seria necessário algum tipo de regulamentação sobre os reembolsos presidenciais.

Os republicanos disseram que as declarações de impostos podem ser usadas como arma política e alertaram que os membros do partido que assumirem o painel no próximo mês enfrentarão pressão para seguir um caminho semelhante contra os democratas de alto perfil.

Trump, que assumiu o cargo em 2017, foi o primeiro candidato presidencial em décadas a não liberar seus impostos e processou o comitê em um esforço para mantê-los privados. A Suprema Corte decidiu em novembro a favor do comitê.

Em um relatório na semana passada, o comitê delineou suas conclusões a partir do exame dos documentos, dizendo que o órgão fiscalizador do país, o IRS, quebrou suas próprias regras ao não auditar Trump por três dos quatro anos enquanto ele era presidente.

Trump anuncia sua pré-candidatura ao lado de Melania — Foto: Octavio Jones/Reuters

Comitê da Câmara dos EUA libera declarações fiscais de Trump Comitê da Câmara dos EUA libera declarações fiscais de Trump Reviewed by Jotta Júnior on dezembro 30, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.