LÉO MORAES CONFIRMADO PARA COMANDAR O DETRAN, QUANDO ENCERRAR SEU MANDATO NA CÂMARA

Agora com a visão diferente de um político, quem sabe o órgão não vai se aproximar mais da comunidade, abrir suas ações e ampliar seus horizontes?

Sérgio Pires
Publicada em 27 de dezembro de 2022 às 20:30
LÉO MORAES CONFIRMADO PARA COMANDAR O DETRAN, QUANDO ENCERRAR SEU  MANDATO NA CÂMARA

Enquanto chega perto do dia da posse para o segundo mandato, o governador Marcos Rocha continua a montagem da sua equipe. Ele está cumprindo também compromissos de campanha. O primeiro deles, com a presidente regional do PP, Jaqueline Cassol, já foi cumprido há algum tempo, com a ascensão de Luiz Paulo Batista, marido da deputada estadual e secretário geral do partido, como novo secretário de Agricultura do Estado. O outro está sendo cumprido agora. O nome do deputado federal Léo Moraes foi confirmado como o novo diretor-geral do Detran, um dos mais importantes órgãos da administração estadual. Ele vai substituir Paulo Higo, um técnico que ocupava o cargo desde o início do ano passado. Léo Moraes, presidente regional do Podemos, aparece como um nome parceiro de Rocha, depois de, até o primeiro turno da eleição, quando concorreu ao Governo, ter se posicionado como o principal crítico do atual ocupante do Palácio Rio Madeira/CPA. Procurado por Rocha e por Marcos Rogério, no segundo turno, Léo optou por Rocha. Sem mandato a partir de 1º de fevereiro próximo, quando encerra sua participação na Câmara Federal (aliás, uma participação efetiva e com desempenho merecedor de elogios), o jovem parlamentar assume pela primeira vez um posto executivo, já que desde o começo da sua vida pública, sempre foi eleito. Questionado sobre plano e projetos no novo desafio que enfrentará, Léo Moraes preferiu não comentar nada, ainda.

O Detran é órgão nevrálgico para o Governo rondoniense, como o são todos os Detrans país afora para seus governos. Transformado, há muitos anos, numa máquina de fazer dinheiro, por uma legislação nacional que faz de tudo para tirar tudo o que pode do bolso do contribuinte, os Detrans, como o de Rondônia, oferecem verbas importantes no pacote financeiro das administrações estaduais. O nosso, contudo, mesmo fabricando milhões de reais, através de taxas, emolumentos, impostos, tributos, emplacamentos e reemplacamentos e tudo o mais, tem dado muito pouco em troca, ao usuário. Há muitos anos, por exemplo, não se vê uma campanha midiática sequer, para orientação dos motoristas e condutores; para as crianças; para os pedestres. Há ações isoladas, aqui e ali, pequenas mobilizações, bom trabalho no combate ao condutor que dirige embriagado, mas muito pouco mais que isso. Fechados em si mesmo, sem prestar contas dos milhões e milhões que arrecadam, os Detrans (inclui-se o nosso, sempre, neste pacote!) tornam-se órgãos a serviço do poder e não da população. Agora com a visão diferente de um político, quem sabe o órgão não vai se aproximar mais da comunidade, abrir suas ações e ampliar seus horizontes? Este é apenas um dos grandes desafios que Léo Moraes terá pela frente. 

Publicidade

VAI TER SURPRESA: GOVERNO VAI MUDAR COMANDO DA SAÚDE E DA SECRETARIA DE FINANÇAS

Ainda em relação à equipe de Rocha, haverá novos mudanças, algumas inesperadas e em áreas consideradas vitais. Na saúde, Semayra Gomes vai deixar o comando da Sesau para ocupar outra secretaria, mais próxima ao centro da administração estadual. Mudança também vai acontecer (e certamente esta será a maior surpresa), na Sefin, a Secretaria Estadual de Finanças. O atual secretário, Luis Fernando, não deve permanecer no cargo. Até agora, os nomes dos substitutos nestas áreas fundamentais do governo são guardados a sete chaves. Toda a nova equipe, já com as mudanças, já está montada. Uma relação completa foi feita, mas poucas pessoas têm acesso a ela, além do governador Marcos Rocha, logicamente e do seu chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves, o grande articulador político do governo, com um trabalho considerado de grandes resultados, até mesmo por alguns dos seus poucos críticos. Rocha ainda não definiu quando anunciará todos os nomes que vão compor seu segundo governo, embora, em sua grande maioria, os atuais ocupantes ficarão onde estão.

CARLOS MAGNO ABRE MÃO DO ITERON NO ESTADO PARA ASSUMIR A SECRETARIA DE AGRICULTURA DA CAPITAL

Faltam apenas alguns detalhes para que o martelo seja batido. Mas o será, tão logo o prefeito Hildon Chaves retorne de suas curtas férias no exterior. O ex-deputado federal e ex-chefe da Casa Civil do governo Ivo Cassol, Carlos Magno, está de volta. Ele será o novo secretário municipal de Agricultura de Porto Velho, uma cidade imensa, com milhares de quilômetros de estradas vicinais de escoamento da produção para serem cuidadas. Esta será uma das suas principais missões à frente da Semagric, uma secretaria a que Hildon dá grande importância, por tudo que ela representa de apoio ao crescimento econômico da Capital, no setor do agronegócio. Carlos Magno também havia sido convidado peloo governador Marcos Rocha para comandar o novo Instituto de Terras de Rondônia, o ITERON, que será recriado. Mas optou por aceitar o convite de Hildon e da primeira dama Ieda Chaves, a quem ele apoiou na disputa por uma vaga à Assembleia Legislativa (Ieda foi a segunda mais votada em Rondônia). Na eleição passada, Carlos Magno se sentiu traído por seu partido, o Podemos, que não lhe deu vaga para concorrer à Assembleia, depois que ele não tinha mais como procurar outra sigla. Ele assume a Semagric em breve e avisa que não pretende mais disputar eleição.

O 2023 CHEGA COM UM FERIADÃO ATRÁS DO OUTRO. EM VÁRIOS DELES, SE PODERÁ EMENDAR QUATRO DIAS DE MOLEZA!

Começando o Ano Novo com feriadão. A segunda-feira, dia 2, terá parada geral, porque será antecipado o feriado de 4 de janeiro, instalação do Estado de Rondônia. A comemoração da quarta-feira será antecipada para começarmos o ano de muitos feriados, feriadões e pontos facultativos já sem trabalhar. Ou seja, para o rondoniense, o ano novo começa no dia 3, a terça-feira, nosso primeiro dia útil de 2023. Outro feriadão, daqueles que vão longe, vai acontecer em fevereiro, durante o carnaval. A festa começa na sexta-feira, dia 17 e vai até a segunda, dia 20. O feriadão de Páscoa começa com a Sexta-feira Santa, 7 de abril e a batalha só retorna na segunda, dia 10. Tem mais: no mesmo Abril, o dia 21, feriado nacional de Tiradentes, também estica novo feriado prolongado. Logo depois, outro: o 1º de Maio, Dia do Trabalho, cai numa segunda-feira. Já viram, não é? Em setembro e outubro, cchegarão aqueles feriadões que não têm fim. O 7 de setembro cairá numa quinta-feira. O Dia da Padroeira, 12 de Outubro, também. Ou seja, a tendência serão de quatro dias emendados sem produzir. O 2 de novembro, Dia de Finados, para ampliar ainda mais a moleza, cairá também numa quinta-feira.  E as festas de final de ano em 2023? O dia de Natal será numa segunda-feira. O dia de Ano novo de 2024 também. O Brasil vive na pobreza, mas para de produzir sempre que pode. Lamentável!

DEPUTADO COM MAIOR VOTAÇÃO RETORNA AOS 52 MUNICÍPIOS PARA AGRADECER OS 85 MIL VOTOS RECEBIDOS

Um vídeo postado pelo deputado federal eleito Fernando Máximo, o que recebeu, entre todos os postulantes à uma cadeira à Câmara a maior votação (85.604 votos) não só comemora a grande vitória do médico que foi secretário de saúde do Estado no auge da pandemia, mas mostra um feito que, certamente, está entre os que podem serem chamados de inéditos na política rondoniense. Máximo, poucas semanas depois da eleição, começou a voltar a todas as cidades onde foi pedir votos, apenas para agradecer os votos e confirmar os compromissos de defesa das comunidades de todo o Estado. No vídeo, o parlamentar que começa seu mandato em 1º de fevereiro, mostra sua presença nos 52 municípios, onde foi agradecer a população pela grande votação que recebeu.  De Alta Floresta do Oeste a Vilhena, nas cidades de A a Z, Máximo percorreu vários pontos das cidades, conversando com os moradores e fazendo seus agradecimentos. Garantiu que estará próximo a todas as cidades do seu Estado. É realmente algo novo na nossa política. Voltar para agradecer votos não é incomum, é claro. Mas fazer promessas para os eleitores depois da eleição, certamente o é. Máximo começa com o pé direito. Tomara que tenha um mandato à altura da votação que conquistou.

A DEMOCRACIA QUE SÓ VALE PARA UM LADO, O TERRORISTA IDIOTA E OS ÍNDIOS NA CADEIA, POR INVADIRAM A ÁREA DO STF

Os protestos dos que não aceitam o resultado da eleição presidencial continuam em centenas de cidades do país (incluindo-se Porto Velho neste rol), enquanto o clima político continua esquentando cada vez mais. Lulistas e seus partidários continuam chamando os manifestantes de golpistas (quando o PT fazia o mesmo contra Collor, Fernando Henrique e Temer, entre outros, eram atos democráticos. Agora é golpe!), enquanto usam como grande argumento a ação de um maluco, um idiota que tentou explodir um caminhão em Brasília, mas, por amador, foi logo preso. Aliás, há suspeita de que a historia não é bem assim e que o tal terrorista seja de araque, embora toda a mídia o chama de “bolsonarista”. Mas quando um os famigerados black bloks petistas mataram um cinegrafista da Band, entre outros crimes, jamais foram chamados de “lulistas”. Ou seja, um lado pode tudo. O outro é apenas tratado como criminoso. Também em Brasília foram presos dez índios de três etnias diferentes que invadiram a área do STF, em pleno domingo, para protestar contra a prisão de um cacique. Mesma coisa: índios que invadem o Congresso ou interrompem rodovias, em nome das ideias da esquerda, não estão fazendo mais do que atos democráticos. Já se são contra, aí são bandidos e devem ir para a cadeia. Está assim nosso país, onde o termo democracia agora é relativo. Só vale para um lado...

O MINISTRO DOS 277 PROCESSOS JÁ AVISOU QUE NOVO GOVERNO VAI COMBATER MANIFESTAÇÕES EM FRENTE DOS QUARTÉIS

Aliás, o presidente eleito já avisou que vai acabar com as manifestações na frente dos quartéis. Lula e seu ministro da Justiça, Flávio Dino (aquele que responde a 277 processos, vários deles por corrupção), deixam claro que já a partir do dia da posse do novo governo, começarão a serem tomadas medidas práticas para acabar com as manifestações. Como o direito à manifestação, que é questão importante da nossa Constituição não tem mais valor, pelas interpretações dos ministros do STF, que é quem realmente decide as coisas no Brasil, a tendência é que os manifestantes que ainda evocarem o direito constitucional vão acabar tendo que sair à força. Que ninguém se engane! As Forças Armadas vão seguir ordens do Presidente da República, que seu comandante supremo, mesmo que, como vários comandantes já disseram, não haja ilegalidade nos atos em frente aos quartéis. Governados nos últimos meses pelo STF e por seu maior representante, o ministro Alexandre de Moraes, o Brasil começa um novo momento rachado e com parte do país sem direito a opinião, manifestação e muito menos criticas duras aos poderosos. Nosso país começará a sentir o que é a perda da ampla liberdade e a Constituição sendo ignorada. Pobres dos que não comungam com os que vão nos mandar a partir da semana que vem!

BANDIDÃO BENEFICIADO POR LEIS DE PROTEÇÃO AO CRIME, APROVEITA LIBERDADE PARA ASSASSINAR POLICIAL

A quem culpar? Claro que não só ao bandido, responsável por assaltos e vários outros crimes, mas que, pelo beneplácito das leis brasileiras, feitas sob medida para proteger criminosos, estava livre, andando pelas ruas, graças à chamada “liberdade condicional”. O assassino matou um oficial da Polícia Militar de Rondônia, no bairro São Francisco, quando tentava assaltar uma equipe da Energisa que trabalhava no local. O PM mora próximo, viu a tentativa de roubo e saiu armado. O bandidão, preparado, atirou primeiro e matou o policial, mesmo tendo sido também ferido. Corre também risco de morte. Em poucos dias, o assunto será esquecido. Se o PM tivesse matado o facínora, certamente teria que responder pela ação, mesmo tendo agido em defesa da sociedade. Nossas leis, fabricadas em muitos casos para autoproteção dos que as fizeram, têm o efeito colateral de tirar vidas de gente decente, criminalizar a polícia e tratar a bandidagem como “vítimas da sociedade capitalista!”. Casos como esses vão aumentar a partir de agora, com um governo amigo dessa legislação que abraça o criminoso e ignora as vítimas. À família do subtenente, que havia sido promovido no dia anterior à sua morte, caberá apenas chorar eternamente a morte dele. Amanhã, outros bandidos serão soltos, prontos para matar policiais e cidadãos comuns.

PERGUNTINHA

Quais os seus maiores desejos para o 2023 que está chegando, com a perspectiva de trazer novas esperanças e melhorias na sua vida e daqueles a quem você ama?

LÉO MORAES CONFIRMADO PARA COMANDAR O DETRAN, QUANDO ENCERRAR SEU MANDATO NA CÂMARA LÉO MORAES CONFIRMADO PARA COMANDAR O DETRAN, QUANDO ENCERRAR SEU MANDATO NA CÂMARA Reviewed by Jotta Júnior on dezembro 31, 2022 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.