Quem ficou mais rico em 2022? Veja rankings dos bilionários

Publicidade

Quem ficou mais rico em 2022? Veja rankings dos bilionários

Montagem com fotos de bilionários que ganharam MUITO dinheiro em 2022 — Foto: Arte/g1
1 de 20 Montagem com fotos de bilionários que ganharam MUITO dinheiro em 2022 — Foto: Arte/g1

Entre os 10 magnatas mais ricos do planeta, quem teve o maior aumento em suas fortunas em comparação ao ano passado foi Gautam Adani. Já quem teve a maior queda em seu patrimônio foi justamente Elon Musk, com perda de US$ 132 bilhões. Jeff Bezos vem em segundo lugar, com perda de US$ 84,1 bilhões.

Veja o ranking dos 10 homens que ficaram mais ricos em 2022

Entre os 10 bilionários que mais tiveram aumento em suas fortunas, somente um está no ranking dos 10 homens mais ricos do mundo. Veja abaixo o aumento no valor, o total da fortuna em 2022 e a posição de cada um dentro do ranking geral.

1º Gautam Adani (aumento de US$ 33,8 bilhões - fortuna total de US$ 110 bilhões) - 3º no ranking geral

Gautam Adani — Foto: Perfil/Twitter

Gautam Adani, de 60 anos, é fundador do Grupo Adani, maior operador portuário da Índia e que tem ainda participações em aeroportos, geração e transmissão de energia, cimento, imóveis, energia verde, entre outros negócios.

O grupo de infraestrutura com sede em Ahmedabad também tem negócios com produção e comercialização de carvão. Adani quer ser o maior produtor mundial de energia verde e disse que investirá até US$ 70 bilhões em projetos de energia renovável.

Adani adquiriu participação de 74% no Aeroporto Internacional de Mumbai, segundo mais movimentado da Índia, se tornando o maior operador de aeroportos do país. Em 2022, Adani comprou ainda os ativos indianos da empresa suíça Holcim por US$ 10,5 bilhões para se tornar o segundo maior produtor de cimento da Índia.

2º Jeff Yass (aumento de US$ 29,1 bilhões - fortuna total de US$ 32,9 bilhões) - 33º no ranking geral

Jeff Yass — Foto: Susquehanna International Group

Jeff Yass, de 64 anos, é cofundador do Susquehanna International Group, uma das maiores empresas do mercado financeiro de Wall Street. A Susquehanna investiu em centenas de empresas privadas em todo o mundo, incluindo a ByteDance, controladora do TikTok.

3º Rodolphe Saade (aumento de US$ 11,3 bilhões - fortuna total de US$ 17,3 bilhões) - 87º no ranking geral

Rodolphe Saad, em foto de setembro de 2018 — Foto: Thibault Camus/AP

Rodolphe Saade, de 52 anos, é dono da CMA CGM, terceira maior empresa de transporte de contêineres do mundo, fundada por seu falecido pai, Jacques Saade, com sede em Marselha, na França.

Rodolphe controla a empresa com seus irmãos Tanya Saadé Zeenny e Jacques Saadé Jr., além de sua mãe, Naila. A empresa opera mais de 500 embarcações, atendendo a 420 portos comerciais em 160 países.

4º Zhang Yiming (aumento de US$ 10,4 bilhões - fortuna total de US$ 54,9 bilhões) - 22º no ranking geral

Zhang Yiming — Foto: Business Wire/AP

Zhang Yiming, de 38 anos, é o fundador da gigante de tecnologia ByteDance, dono do TikTok. A empresa com sede em Pequim também é proprietária do serviço de agregação de notícias Toutiao e de uma das maiores redes privadas de hospitais da China.

O bilionário começou a ByteDance em 2012 em um apartamento de quatro quartos em Pequim e lançou o aplicativo de agregação de notícias Toutiao meses depois.

5º Alain Wertheimer (aumento de US$ 9,8 bilhões - fortuna total de US$ 42,7 bilhões) - 27º no ranking geral

Os irmãos Gerard e Alain Wertheimer — Foto: Divulgação

Alain Wertheimer, de 74 anos, é o presidente da Chanel, a marca de luxo francesa. Ele é dono da empresa com seu irmão Gerard, que supervisiona a divisão de relógios. Seu avô Pierre Wertheimer a fundou com a estilista Gabrielle (Coco) Chanel. Outros ativos do bilionário incluem vinhedos e cavalos de corrida na França.

6º Gerard Wertheimer (aumento de US$ 9,8 bilhões - fortuna total de US$ 42,7 bilhões) - 28º no ranking geral

Gerard Wertheimer, de 71 anos, é irmão de Alain Wertheimer e também é dono da marca de luxo francesa Chanel. Gerard dirige a divisão de relógios da empresa e mora na Suíça. Seu avô Pierre Wertheimer a fundou com a estilista Gabrielle (Coco) Chanel. Outros ativos do bilionário incluem vinhedos vinhedos na França e em Napa Valley, Califórnia.

7º Colin Huang (aumento de US$ 9 bilhões - fortuna total de US$ 29,6 bilhões) - 39º no ranking geral

Colin Huang — Foto: Divulgação

Colin Huang, de 42 anos, também conhecido como Huang Zheng, é fundador da gigante chinesa de comércio eletrônico Pinduoduo. A empresa levantou US$ 1,6 bilhão em um IPO nos EUA em julho de 2018 em meio a críticas sobre sua suposta venda de produtos falsificados.

Huang fundou também a empresa de jogos online Xinyoudi e a plataforma de comércio eletrônico online Ouku.com. O bilionário estagiou na Microsoft em Pequim e Seattle antes de iniciar sua carreira no Google em 2004.

8º Harold Hamm (aumento de US$ 8,7 bilhões - fortuna total de US$ 22,4 bilhões) - 60º no ranking geral

Harold Hamm, em foto de 13 de janeiro de 2016 — Foto: Bebeto Matthews/AP

Harold Hamm, de 77 anos, é fundador da Continental Resources, uma das maiores empresas petrolíferas independentes dos EUA, com sede em Oklahoma. A empresa é a maior produtora de petróleo na bacia petrolífera de Bakken, em Dakota do Norte e Montana, nos EUA.

Hoje a Continental produz 400 mil barris de petróleo e gás por dia. Hamm e seus 5 filhos juntos têm mais de 80% da empresa.

9º Ken Griffin (aumento de US$ 7,6 bilhões - fortuna total de US$ 28,9 bilhões) - 41º no ranking geral

Kenneth Griffin, em foto de fevereiro de 2021 — Foto: House Financial Services Committee via AP

Ken Griffin, de 54 anos, fundou a Citadel, empresa de fundos hedge com sede em Miami, que administra cerca de US$ 57 bilhões em ativos. Ele é fundador ainda da Citadel Securities, uma das maiores empresas formadoras de mercado de Wall Street, responsável por uma em cada cinco negociações de ações nos EUA.

Durante a pandemia, Griffin financiou o resgate de 800 cidadãos americanos de Wuhan, na China, e doou US$ 45 milhões para iniciativas comunitárias em cidades como Chicago e Miami. Griffin já doou US$ 1,5 bilhão para causas filantrópicas.

10º Guillaume Pousaz (aumento de US$ 6,3 bilhões - fortuna total de US$ 14 bilhões) - 114º no ranking geral

Guillaume Pousaz — Foto: Divulgação

Guillaume Pousaz é fundador e CEO da Checkout, startup de tecnologia financeira avaliada em US$ 40 bilhões. A empresa com sede em Londres oferece processamento de pagamentos em mais de 150 moedas. Fundada em 2012, possui mais de 1.700 funcionários em cerca de 19 escritórios em todo o mundo. Em janeiro de 2022, a Checkout.com levantou US$ 1 bilhão de investidores privados.

Veja o ranking dos 10 homens mais ricos em 2022

Veja abaixo os homens mais ricos do mundo e o total de suas fortunas.

1º Bernard Arnault (US$ 159 bilhões)

Bernard Arnault, CEO do grupo LVMH, em foto de janeiro de 2020 — Foto: Thibault Camus/AP/Arquivo

O homem mais rico da França, Bernard Arnault, de 73 anos, é dono do império de luxo LVMH, que tem cerca de 70 marcas de moda e cosméticos, incluindo Louis Vuitton e Sephora, além dos relógios TAG Heuer e do champanhe Dom Perignon.

Em janeiro de 2021, a LVMH adquiriu a joalheria americana Tiffany & Co por US$ 15,8 bilhões, considerada a maior aquisição de marca de luxo de todos os tempos. A LVMH controla ainda a rede de luxo Belmond, que administra 46 hotéis, trens e cruzeiros. O bilionário comprou a Christian Dior em 1985 usando US$ 15 milhões dos negócios da área de construção do seu pai.

2º Elon Musk (US$ 139 bilhões)

O empresário Elon Musk. — Foto: Reuters via BBC

Elon Musk, de 51 anos, é dono e cofundador de seis empresas, incluindo a fabricante de veículos elétricos Tesla, a fabricante de foguetes SpaceX e a startup de túneis Boring Company. Ele possui cerca de 25% da Tesla, mas deu como garantia de empréstimos mais da metade de suas ações na empresa. O bilionário adquiriu neste ano a rede social Twitter por US$ 44 bilhões.

3º Gautam Adani (US$ 110 bilhões)

Gautam Adani — Foto: Perfil/Twitter

Gautam Adani, de 60 anos, é fundador do Grupo Adani, maior operador portuário da Índia e que tem ainda participações em aeroportos, geração e transmissão de energia, cimento, imóveis, energia verde, entre outros negócios. O grupo de infraestrutura com sede em Ahmedabad também tem negócios com produção e comercialização de carvão. Adani quer ser o maior produtor mundial de energia verde e disse que investirá até US$ 70 bilhões em projetos de energia renovável.

Adani adquiriu participação de 74% no Aeroporto Internacional de Mumbai, segundo mais movimentado da Índia, se tornando o maior operador de aeroportos do país. Em 2022, Adani comprou ainda os ativos indianos da empresa suíça Holcim por US$ 10,5 bilhões para se tornar o segundo maior produtor de cimento da Índia.

4º Bill Gates (US$ 109 bilhões)

Bilionário e defensor de causas ambientais, Bill Gates viajou de avião 59 vezes em 2017 — Foto: HUW EVANS PICTURE AGENCY

Bill Gates, de 67 anos, cofundou a Microsoft, maior fabricante de software do mundo. O restante de sua fortuna é administrado por meio da Cascade Investment, que possui participações em dezenas de empresas, incluindo Canadian National Railway, Deere e Ecolab.

Gates tem participação em negócios diversificados, incluindo investimentos em energia de carbono zero. Gates já doou mais de US$ 59 bilhões para a Fundação Gates.

5º Jeff Bezos (US$ 108 bilhões)

Jeff Bezos sofreu perdas bilionárias com queda das ações da Amazon — Foto: Pablo Martinez Monsivais/AP Photo

Jeff Bezos, de 58 anos, é fundador da Amazon, a maior varejista online do mundo com sede em Seattle, que oferece ainda computação em nuvem e serviços de streaming, além de proprietária da rede de supermercados Whole Foods.

Bezos doou mais de US$ 400 milhões em ações para organizações sem fins lucrativos em 2022. O bilionário é ainda dono do jornal The Washington Post e da Blue Origin, empresa aeroespacial que desenvolve foguetes. Bezos disse que planeja doar a maior parte de sua fortuna em vida.

6º Warren Buffett (US$ 107 bilhões)

Warren Buffett, CEO do Berkshire Hathaway. — Foto: Rick Wilking/Reuters

Warren Buffett, de 92 anos, é presidente e maior acionista da Berkshire Hathaway, dona de dezenas de empresas, incluindo a seguradora Geico, a fabricante de baterias Duracell e a cadeia de restaurantes Dairy Queen, além de participações na Coca-Cola e American Express.

Buffett prometeu doar mais de 99% de sua riqueza. Até agora, ele doou mais de US$ 49 bilhões, principalmente para a Fundação Gates e para as fundações de seus filhos. Em 2010, ele e Bill Gates lançaram o Giving Pledge, pedindo aos bilionários que se comprometessem a doar pelo menos metade de sua riqueza para causas beneficentes.

7º Larry Ellison (US$ 91,1 bilhões)

Larry Ellison, fundador da Oracle. — Foto: Oracle PR via Hartmann Studios

Larry Ellison, de 78 anos, é o fundador e maior acionista da gigante de software Oracle. Ele possui ao redor de 40% da empresa com sede em Austin, Texas, bem como uma participação na Tesla - ele tem cerca de 15 milhões de ações da montadora elétrica. Em 2020, Ellison se mudou para a ilha havaiana Lanai, comprada por ele em 2012 por US$ 300 milhões.

8º Steve Ballmer (US$ 85,5 bilhões)

Steve Ballmer — Foto: Arquivo pessoal

Steve Ballmer, de 66 anos, é ex-CEO da Microsoft, maior fabricante de software do mundo. Ele deixou o cargo em 2014 e continua como acionista da empresa com sede em Redmond, Washington, que fabrica o sistema operacional Windows, o console de jogos Xbox e os tablets Surface.

Ballmer também é dono do time de basquete Los Angeles Clippers. O bilionário colocou mais de US$ 2 bilhões em um fundo de filantropia com foco em tirar os americanos da pobreza. Em 2018, ele investiu US$ 59 milhões na Social Solutions, que fabrica software para organizações sem fins lucrativos e agências governamentais.

9º Mukesh Ambani (US$ 85,4 bilhões)

Mukesh Ambani, presidente da Reliance Industries, a empresa mais valiosa da Índia, manteve a primeira posição — Foto: AFP

Mukesh Ambani, de 65 anos, controla a Reliance Industries, proprietária do maior complexo de refino de petróleo do mundo. O bilionário investirá US$ 80 bilhões nos próximos 10 a 15 anos em energia renovável e construirá um novo complexo próximo à sua refinaria.

Os outros negócios do conglomerado com sede em Mumbai incluem uma rede sem fio 4G em toda a Índia, com mais de 420 milhões de assinantes, e se prepara para lançar serviços 5G. O bilionário possui ainda uma propriedade residencial no valor de mais de US$ 400 milhões e o time profissional de críquete Mumbai Indians.

10º Larry Page (US$ 83,8 bilhões)

Larry Page, em foto de 19 de agosto de 2004 — Foto: Kathy Willens/AP PHOTO

Larry Page, de 49 anos, é cofundador da Alphabet, proprietária do Google. A empresa com sede em Mountain View, Califórnia, foi criada em 1998 e registrou receita de US$ 258 bilhões em 2021. As divisões do grupo incluem Gmail, Android e YouTube.

Larry Page deixou o cargo de CEO da Alphabet em dezembro de 2019, mas continua sendo membro do conselho e acionista controlador. Ele é ainda investidor da empresa de exploração espacial Planetary Resources e financiador das startups de "carros voadores" Kitty Hawk e Opener.