Suspeito de matar ex-mulher na frente dos filhos é preso no interior do AM

Publicidade

Suspeito de matar ex-mulher na frente dos filhos é preso no interior do AM

Vítima deixa três filhos de 4, 7 e 9 anos. — Foto: Divulgação
1 de 1 Vítima deixa três filhos de 4, 7 e 9 anos. — Foto: Divulgação

Vítima deixa três filhos de 4, 7 e 9 anos. — Foto: Divulgação

Laudimar de Souza Moreno, de 31 anos, suspeito de matar a ex-mulher a facadas na frente dos filhos em Jutaí, no interior do Amazonas, foi preso nesta quinta-feira (29). Segundo informações da família da vítima, ele não aceitava o fim do relacionamento.

O crime aconteceu na noite de domingo (25), na casa onde a vítima morava com os filhos, localizada na Rua Grande Circular, no Bairro São Pedro. Raildes Barroso dos Santos, de 28 anos, ainda chegou a ser socorrida, mas morreu horas após dar entrada no Hospital Regional da cidade.

Segundo a Polícia Civil do município, Laudimar se entregou aos agentes por volta das 4h30. Após o crime, ele havia fugido para uma área de mata da cidade. O homem vai passar por audiência de custódia ainda nesta quinta.

Em um comunicado fixado na porta da delegacia da cidade, o gestor Flávio Pereira da Silva disse que a polícia vai identificar os autores de qualquer ato de vandalismo contra a delegacia ou contra o preso e que os mesmos serão levados à justiça.

Segundo Silva, há pessoas incitando atos de violência no município, mas estes já foram identificados pela PC.

Na terça-feira (27), momentos antes do sepultamento da vítima, familiares e amigos realizaram um protesto em frente da delegacia do município cobrando Justiça e celeridade em torno das buscas pelo suspeito.

Homem não aceitava fim do relacionamento

De acordo com familiares de Raildes, ela estava há 15 dias separada do ex-companheiro, identificado como Laudimar de Souza Moreno, de 31 anos. O casal tinha três filhos de 4, 7 e 9 anos, além deles uma outra criança também de 9 anos, irmão da vítima, presenciaram o crime.

"Ela decidiu se separar porque o marido era usuário de drogas e estava vendendo objetos de casa para sustentar o vício. As crianças também presenciavam ele drogado. A Raildes estava muito alegre, pois tinha conseguido um emprego como vendedora em uma loja e iria conseguir sustentar os filhos sem tormentos, mas o ex não aceitou o fim do relacionamento", explicou Artenizia Silva, tia da vítima.

A tia de Raildes informou que a vítima foi atacada com cerca de 10 facadas pelo corpo. "Ele invadiu a casa dela, apagou as luzes e desferiu os golpes nela. As crianças estavam na residência e testemunharam o desespero", disse.

"Acreditamos que a família do suspeito esteja ajudando na fuga, porque encontramos rastros na mata e alguns pertences dele e alimentos", relatou a tia da vítima.