Acampamentos golpistas começam a ser desmobilizados no país

Ministro Alexandre de Moraes determinou o fim dos acampamentos após a invasão violenta de terroristas a prédios públicos no Distrito Federal.

Por Poliana Casemiro, Matheus Moreira e Marília Rocha, g1

Exército retira barracas de acampamento golpista no DF

Exército retira barracas de acampamento golpista no DF

Os acampamentos golpistas que estavam em atividade desde novembro começaram a ser desmontados nesta segunda-feira (9). Concentrações de bolsonaristas extremistas já foram desmobilizadas em pelo menos seis estados e no Distrito Federal.

A ordem para a desmobilização foi dada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, após terroristas apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) invadirem e depredarem o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal e o Palácio do Planalto, sedes dos Três Poderes.

No texto, Moraes ordena a "prisão em flagrante de seus participantes pela prática de crimes" e afirma que as operações deverão ser realizadas pelas polícias militares, "com apoio da Força Nacional e Polícia Federal se necessário".

Acre

Homens da PM e da Força Nacional começaram a desmontar acampamento golpista no Acre — Foto: Rede Amazônica Acre

O acampamento golpista montado em frente ao Comando de Fronteira Acre, o 4° Batalhão de Infantaria de Selva (4º Bis), em Rio Branco, foi desmontado por equipes da Polícia Militar e pelas Forças Armadas na tarde desta segunda-feira (9). Um grupo de nove pessoas foi levado para a Delegacia da Polícia Federal da capital acreana após o comandante da operação, tenente-coronel Kleison Albuquerque, dar voz de prisão aos bolsonaristas.

Alagoas

O governador de Alagoas, Paulo Dantas (MDB), determinou que a Polícia Militar desmobilizasse o acampamento na Avenida Fernandes Lima. Antes da ação policial, os manifestantes começaram a desmontar o acampamento em Maceió.

O grupo estava no local há cerca de dois meses, e a estrutura deles contava com banheiro químico e um espaço para armazenamento de água e alimentos.

A desocupação do canteiro começou por volta das 10h30 e durou pouco menos de 2h. Foram retirados do local tendas, barracas, alimentos, cadeiras e outros pertences. O material foi colocado do outro lado da via, em uma calçada.

Antes e depois da ocupação de bolsonaristas no canteiro da Fernandes Lima, em Maceió — Foto: Ana Clara Pontes/g1

Bahia

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) desmontou acampamentos bolsonaristas antidemocráticos no final da manhã desta segunda-feira (9), nas cidades de Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista e Alagoinhas.

Acampamento bolsonarista é desmontado em Salvador — Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

Ceará

Equipes da prefeitura de Fortaleza fazem a limpeza do local onde estava instalado o acampamento bolsonarista — Foto: Divulgação

Golpistas apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro desmontaram o acampamento na Praça Pedro II, no Centro de Fortaleza, no início da tarde desta segunda, após pedido da 10ª Região Militar em cumprimento à decisão do ministro do STF Alexandre de Moraes.

Distrito Federal

Na manhã desta segunda-feira, pelo menos 1.200 pessoas foram detidas após as forças de segurança desmontarem um acampamento bolsonarista em frente ao quartel-general do Exército. Mais de 40 ônibus foram necessários para transportar os golpistas até a Superintendência da Polícia Federal em Brasília.

Polícia acompanha enquanto bolsonaristas deixam o acampamento golpista diante do QG do Exército em Brasília — Foto: Gustavo Moreno/AP

Espírito Santo

O acampamento de golpistas bolsonaristas que ocupavam a frente do 38º Batalhão de Infantaria do Exército em Vila Velha, na Grande Vitória, foi desmontado na tarde desta segunda-feira. Na última terça-feira (4) alguns bolsonaristas deixaram o local e a prefeitura chegou a começar a fazer a limpeza e contabilizar os estragos, mas um pequeno grupo ainda permanecia no espaço.

Goiás

O acampamento bolsonarista que estava montado em frente ao quartel do Exército em Goiânia foi desmobilizado nesta segunda-feira (9). Imagens mostram militares carregando grades de madeira e colhões que ficavam sobre as tendas. Segundo apurado pela reportagem, o acampamento que fica em frente à Base Aérea do Exército em Anápolis também está sendo desmobilizado após a determinação do Supremo Tribunal federal (STF).

Acampamento bolsonarista é desmobilizado em frente ao quartel do Exército em Goiânia — Foto: Fábio Lima/O Popular

Mato Grosso do Sul

Bolsonaristas abandonaram o acampamento em frente ao Comando Militar do Oeste (CMO), em Campo Grande.

Os golpistas deixaram lixo para trás, como faixas, bandeiras e estruturas de barracas. A limpeza deverá ser feita pela Polícia Militar.

Em nota, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informou que a decisão judicial do ministro Alexandre de Moraes será cumprida no prazo estabelecido.

Acampamento em frente ao CMO, em Campo Grande — Foto: Cristiano Arruda

Pará

O acampamento de bolsonaristas em frente ao 2º Batalhão de Infantaria e Selva, em Belém, foi desmobilizado nesta segunda. Cinco pessoas foram presas em flagrante e levadas para a sede da Polícia Federal por resistirem ao desmonte do acampamento.

O acampamento tomava a calçada em frente ao quartel do Exército há mais de 60 dias. Eventualmente, o grupo ocupava uma das faixas da Avenida Almirante Barroso, principal via de entrada da capital.

Polícia Militar realiza desmobilização de acampamento de golpistas em Belém

Polícia Militar realiza desmobilização de acampamento de golpistas em Belém

LEIA TAMBÉM

Paraíba

Na Paraíba, os golpistas abandonaram o acampamento que mantinham há cerca de 60 dias em frente ao 1º Grupamento de Engenharia, sede do Exército em João Pessoa.

As viaturas da Polícia Militar chegaram ao local por volta das 10h30, quando alguns responsáveis pelo material exposto estavam fazem a retirada das tendas e colocando em um caminhão. Não há mais nenhum golpista no local, nem materiais utilizados no acampamento.

Segundo a Polícia Militar, a empresa responsável pelo banheiro químico instalado no local foi contatada, e a remoção da estrutura foi determinada.

Acampamento em frente ao 1º Grupamento de Engenharia, em João Pessoa — Foto: Karine Andrade/TV Cabo Branco

Piauí

O acampamento bolsonarista montado em frente ao 25º Batalhão de Caçadores, em Teresina, começou a ser desmobilizado por policiais militares, no início da tarde desta segunda-feira.

Acampamento bolsonarista no Centro de Teresina é desmontado

Acampamento bolsonarista no Centro de Teresina é desmontado

Por volta das 10h, faixas com dizeres antidemocráticos foram recolhidas das grades que cercavam barracas e tendas na Praça Duque de Caxias, em frente ao Comando Militar do Leste (CML), na Avenida Presidente Vargas.

A remoção não foi pacífica. Golpistas agrediram e ameaçaram jornalistas. Um fotógrafo recebeu tapas enquanto registrava a movimentação.

Acampamentos bolsonaristas começam a ser desmontados na Praça Duque de Caxias, no RJ

Acampamentos bolsonaristas começam a ser desmontados na Praça Duque de Caxias, no RJ

Roraima

Manifestantes bolsonaristas que ocupavam a frente do 7º Batalhão de Infantaria de Selva, em Boa Vistadeixaram o acampamento golpista nesta segunda-feira (9). Por volta de 13h (horário local) não havia mais ninguém em frente ao quartel.

Santa Catarina

A Polícia Militar de Santa Catarina informou nesta segunda que "irá agir de acordo com determinações legais" para desmobilização dos acampamentos bolsonaristas no estado.

Em Santa Catarina, os acampamentos mais expressivos estavam localizados em FlorianópolisBlumenau, no Vale do Itajaí, e Joinville, no Norte catarinense. Aquele que fica em Joinville começou a ser desmobilizado no fim da manhã desta segunda-feira, enquanto o acampamento bolsonarista em frente ao prédio do 63º Batalhão de Infantaria, em Florianópolis, começou a ser retirado nesta tarde, mais de dois meses após ser mobilizado.

Desmobilização de acampamento bolsonarista em Joinville — Foto: PM/ Divulgação

São Paulo

O acampamento de bolsonaristas instalado em frente à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e ao Círculo Militar, na Zona Sul da capital paulista, começou a ser desmontado no início da tarde desta segunda.

Em entrevista coletiva nesta segunda, o secretário da Segurança Pública de SP, Guilherme Derrite, minimizou o impacto dos protestos no estado e disse que a orientação do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) é para que os manifestantes sejam retirados "de forma pacífica".

"É uma orientação do nosso governador que isso seja feito de forma pacífica [...] A nossa preocupação é fazer com que todos os comandantes tenham consciência de que temos 24 horas para cumprir. Ao longo do dia de hoje, da tarde, esse diálogo será iniciado na esperança de que tudo se resolva sem o uso escalonado da força", disse o secretário.

Bolsonaristas desmontando o acampamento na Zona Sul de SP nesta segunda-feira, 9 de janeiro — Foto: Arquivo Pessoal

Tocantins

A Polícia Militar desmobilizou nesta segunda-feira (9) o acampamento bolsonarista que estava montado na frente do quartel do 22º Batalhão de Infantaria, em Palmas. A operação teve participação da Polícia Federal e do próprio Exército. O acampamento contava com estrutura de tendas, mesas, banheiro químico e até gerador de energia.

Militares retiraram manifestantes de acampamento em Palmas — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Acampamentos golpistas começam a ser desmobilizados no país Acampamentos golpistas começam a ser desmobilizados no país Reviewed by Jotta Júnior on janeiro 09, 2023 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.