(Foto: Reprodução Site Metrópolis)

(Foto: Reprodução Site Metrópolis)

O coronel Robson Roberto, do Corpo de Bombeiros confirmou o resgate de uma segunda mulher, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com vida, dos escombros. Ela foi encaminhada para o Hospital Miguel Arraes. O Corpo de Bombeiros não informou a idade mas disse que ela estava consciente com fraturas.

Mais cedo outra mulher de 65 anos foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros com vida, após o desabamento de um prédio na Rua Dr. Luiz Inácio de Andrade Lima, na manhã desta sexta-feira (7), no Grande Recife. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, dois grupamentos trabalham no local. “A informação, em princípio, é que são 11 vítimas. Temos vítimas responsivas, ou seja, a medida que produzimos estímulos, as vítimas respondem, e trabalhamos com cães farejadores no local, diz o militar.

Moradores da região informaram aos militares que havia crianças no local. Segundo os Bombeiros, o desabamento foi parcial e os homens trabalham junto ao Samu às outras forças de salvamento como Defesa Civil e Polícia Militar em busca de sobreviventes.

O prédio fica localizado no bairro do Janga, em Paulista, no litoral norte de Pernambuco. O desabamento teria acontecido por volta das 6h30, e o Corpo de Bombeiros foi acionado alguns minutos depois.

O bloco que desabou é o D7 e já foi condenado pela Defesa Civil. Ele faz parte Conjunto Beira Mar, um complexo de moradias populares com 1.711 unidades distribuídas em 29 blocos, sendo 20 do tipo caixão e nove com estrutura de pilotis.

A construção tem 38 anos e já apresentava rachaduras em diversas unidades, de onde as famílias haviam sido retiradas em 2013.