Imagens mostram tiros, explosões e prédios destruídos na Faixa de Gaza. Militares afirmaram que soldados entraram em vários confrontos armados com membros do Hamas.

Por g1

Israel divulga vídeo de operação por terra em Gaza

Israel divulga vídeo de operação por terra em Gaza

As Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) anunciaram ter atacado 300 alvos ligados ao Hamas e divulgaram um novo vídeo que mostra a atuação das tropas por terra dentro da Faixa de Gaza. As imagens foram publicadas nesta terça-feira (31). Assista acima.

Os militares israelenses estão expandindo a operação terrestre dentro da Faixa de Gaza, nos últimos dias. O vídeo divulgado pela Defesa do país mostra tiros, explosões e edificações destruídas.

"Durante as operações terrestres das forças, os soldados tiveram vários confrontos com células terroristas que dispararam mísseis antitanque e tiros de metralhadoras contra eles", disse a IDF.

Em comunicado, os militares afirmaram ainda que as tropas que executam a operação por terra mataram terroristas e direcionaram as forças aéreas para alvos do Hamas.

O conflito por terra já havia sido comunicado pelo Hamas, nesta terça-feira. O grupo terrorista disse que uma de suas brigadas armadas disparou mísseis antitanque contra as forças de Israel, além de ter atacado veículos militares e soldados com metralhadoras.

Segundo as Forças de Defesa de Israel, os 300 alvos do Hamas atacados nas últimas horas foram bombardeados por todas as forças de combate israelenses combinadas.

Os alvos bombardeados incluem mísseis antitanque, postos de lançamento de foguetes, complexos militares e túneis subterrâneos, informaram os militares.

Israel anunciou ainda ter executado Nasim Abu Ajina, que era um comandante da Brigada do Norte do Hamas. Ele teria sido responsável por coordenar ataques no sul de Israel, em 7 de outubro.

Tanques e militares de Israel circulam entre prédios destruídos na Faixa de Gaza, em 31 de outubro de 2023 — Foto: Forças de Defesa de Israel

Operação por terra

Para especialistas, o avanço de Israel por terra em Gaza acontece de forma lenta. Um dos motivos seria a abertura de uma possibilidade para que o Hamas negocie a libertação de reféns.

Em uma entrevista divulgada na sexta-feira (27), um integrante do Hamas afirmou que os reféns capturados por facções ligadas ao grupo só serão libertados após um acordo de cessar-fogo.

Já na segunda-feira (30), o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que a demanda por um cessar-fogo é um pedido para que Israel se renda. Ele disse ainda que "mesmo as guerras mais justas têm vítimas civis não intencionais".

Israel x Hamas

Israel declara guerra após ataque do Hamas; entenda

Israel declara guerra após ataque do Hamas; entenda

▶️ Como começou o conflito? O confronto se iniciou após o grupo terrorista Hamas lançar centenas de foguetes contra Israel a partir da Faixa de Gaza, em 7 de outubro.

  • Por terra, ar e mar, com motos e parapentes, homens armados invadiram o território israelense pelo sul do país.
  • Os invasores atiraram em pessoas que estavam nas ruas e sequestraram centenas, incluindo mulheres e crianças, que foram levados como reféns para Gaza.

▶️ Como foi a resposta de Israel? Diante da ofensiva do Hamas, o governo israelense iniciou uma retaliação.

  • "Estamos em guerra e vamos ganhar", disse o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, logo após o ataque. "O nosso inimigo pagará um preço que nunca conheceu."
  • Ainda em 7 de outubro, Israel lançou bombas em direção à Faixa de Gaza.

▶️ O que é e onde fica a Faixa de Gaza? É o território palestino localizado em um estreito pedaço de terra na costa oeste de Israel, na fronteira com o Egito.

  • Marcado por pobreza e superpopulação, tem 2 milhões de habitantes morando em um território de 360 km².
  • Para se ter uma ideia desse tamanho em comparação com cidades brasileiras, o território é um pouco maior que o da cidade de Fortaleza (312,4 km²) e menor que o de Curitiba (434,8 km²).
  • Tomada por Israel na Guerra dos Seis Dias, em 1967, e entregue aos palestinos em 2005, Gaza vive um bloqueio de bens e serviços imposto por seus vizinhos de fronteira.

▶️ Qual é o histórico do conflito na região? A disputa entre Israel e Palestina se estende há décadas e já resultou em inúmeros enfrentamentos armados e mortes.

  • Em sua forma moderna, remonta a 1947, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) propôs a criação de dois Estados, um judeu e um árabe, na Palestina, sob mandato britânico.