Temporal que caiu na capital paulista nesta sábado (23) deixou vários bairros embaixo d'água, fechou estações de trem e teve rajadas de vento de até 50 km/h. O corpo arrastado em Itaquera foi encontrado na manhã deste domingo (24) no Rio Tietê, embaixo da Ponte do Tatuapé.

Por g1 SP

Chuva forte causa alagamentos na Grande SP

Chuva forte causa alagamentos na Grande SP

O Corpo de Bombeiros de São Paulo encontrou na manhã deste domingo (24) o corpo de uma pessoa que foi arrastada pela chuva do dia anterior no bairro de Itaquera, Zona Leste de São Paulo.

Segundo os bombeiros, o corpo é de um homem de aproximadamente 40 anos, que estava desaparecido desde as 18h deste sábado (23), após o temporal que atingiu a Travessa dos Ministério e vários bairros da cidade.

[Correção: ao contrário do que o g1 publicou, o corpo encontrado pelos bombeiros não é de uma mulher. Mas de um homem de aproximadamente 40 anos. A informação foi corrigida em 24/12 às 11h05]

A chuva transbordou córregos e causou alagamentos. A Zona Leste foi uma das regiões mais atingidas.

De acordo com os bombeiros, o corpo foi encontrado no Rio Tietê, embaixo da Ponte do Tatuapé. Pelas redes sociais, a corporação lamentou o falecimento da vítima.

“Atualizando a ocorrência de afogamento da Trav. dos Mistérios, 4 – Itaquera: Agora pela manhã o corpo foi localizado pelos homens do Corpo de Bombeiros embaixo da Ponte do Tatuapé ficando aos cuidados do Policiamento. Aos familiares força nesse momento tão difícil”, escreveu.

Carro fica submerso em alagamento em rua no bairro de Interlagos, na Zona Sul de São Paulo, após o temporal que atingiu a cidade na tarde deste sábado (23). — Foto: ALEXANDRE SERPA/ATO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Temporal de sábado

Uma forte chuva causou transtornos na cidade de São Paulo, no começo da noite deste sábado (23). Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), até as 19h, a cidade tinha 23 pontos de alagamentos.

Segundo meteorologistas ouvidos pela TV Globo, a chuva, que era esperada, foi um reflexo da combinação de calor e umidade deste sábado. Os estados de atenção e alerta terminaram às 18h45.

Vista de ponto de alagamento na Ipanema, no bairro da Mooca, zona leste de São Paulo, após o temporal que atingiu a cidade na tarde deste sábado (23). — Foto: Gero Rodrigues/O Fotográfico/Estadão Conteúdo

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) informou que os trechos entre as estações Brás e Prefeito Saladino da Linha 10-Turquesa, e entre as estações Brás e Tatuapé da Linha 11-Coral, foram interrompidos por conta de alagamentos na via, e foram normalizados.

Houve rajadas de vento, e a mais forte, de até 50 km/h, foi registrada na região da Cidade Ademar, na Zona Sul, por volta das 16h30.

Temporal faz rio transbordar e carro boia na Avenida Aricanduva, na Zona Leste de SP — Foto: Reprodução/TV Globo

A forte chuva que atingiu a região metropolitana de São Paulo na tarde deste sábado (23) causou alagamentos pela cidade. Na foto, ponto de alagamento no cruzamento da Rua Tobias Barreto com a Avenida Cassandoca no bairro da Mooca, zona lete da capital. — Foto: YURI MURAKAMI/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

No Centro, na Sé, a Rua Mauá, por volta das 17h, ficou interditada com um ponto intransitável, no sentido Ipiranga.

Na Zona Leste, Vila Formosa, um trecho da Marginal Tietê, no sentido Castello Branco, foi afetado. Na mesma região, na Vila Prudente, a Avenida Luiz Ignácio, no sentido Sapopemba, teve acúmulo d'água.

Linha férrea alagada na estação Brás, na Linha 10-Turquesa da CPTM — Foto: Reprodução/TV Globo

TV Globo registrou que um ônibus e um carro ficaram ilhados na região da Avenida Aricanduva, na Zona Leste.

Ainda na Zona Leste, a Rua Padre Viegas de Menezes, em Itaquera, ficou fechada nos dois sentidos. Na Mooca, a Avenida Alcântara Machado ficou totalmente intransitável.

Já na Zona Sul, área de Santo Amaro, as avenidas Interlagos e das Nações Unidas tiveram pontos de alagamento.

Ônibus ilhado na região da Avenida Aricanduva, na Zona Leste de SP — Foto: Reprodução/TV Globo

Chamados nos bombeiros

De acordo com o Corpo de Bombeiros, na Grande São Paulo, até as 18h30, houve 54 chamados para quedas de árvores, oito para desabamentos e 156 para enchentes/alagamentos.

Por volta das 18h, a equipe foi chamada para a Travessa dos Mistérios, em Itaquera, quando uma pessoa desapareceu na água ao ser levada pela enchente. Uma equipe faz buscas.

Queda de árvore na Av Angélica, Centro de SP, após temporal — Foto: Reprodução/TV Globo

No Iguatemi, na Zona Leste, na Avenida Bento Guelfi, uma pessoa teria caído na água depois de ficar apoiada sobre um objeto. A equipe foi ao local e não encontrou vítima. A ocorrência foi encerrada.

Em Diadema, na Grande São Paulo, uma loja de roupas foi invadida pela água. Vendedores e clientes tiveram de esperar o temporal passar (veja abaixo)

Previsão em SP

O CGE informa que as instabilidades seguem avançando do interior do estado em direção à cidade de São Paulo. O tempo segue instável nas próximas horas com probabilidade de rajadas de vento e queda de granizo.

Neste domingo (24), véspera de Natal, as condições atmosféricas se repetem. O dia inicia com temperatura média de 20°C e céu com poucas nuvens, o que favorece a rápida elevação das temperaturas.

Ruas alagadas na região da Avenida Aricanduva, na Zona Leste de SP — Foto: Reprodução/TV Globo

"A máxima atinge os 31°C nas horas mais quentes do dia, com percentuais mínimos de umidade ao redor dos 43%. As pancadas de chuva ocorrem de forma isolada desde o início da tarde com intensidade moderada a forte em alguns momentos, elevando o potencial para a formação de alagamentos. Entretanto, nas horas próximas à ceia de Natal, não há previsão de chuva significativa, apenas aumento da nebulosidade."

Na segunda-feira (25), Dia de Natal, o cenário atmosférico permanece instável e com condições para temporais no decorrer do dia. Temperatura mínima de 20°C na madrugada e no período da tarde a máxima chega facilmente aos 31°C. Os índices de umidade do ar seguem bastante elevados e apresentam valores mínimos na casa dos 45%.