País enfrenta disputa com Venezuela em torno da região de Essequibo, rica em petróleo.


Por Reuters

O envio ocorre após uma visita de um secretário de Relações Exteriores britânico à Guiana no início deste mês, com o objetivo de oferecer o apoio ao país sul-americano, um aliado e ex-colônia britânica.

A Guiana e a Venezuela concordaram no início deste mês em evitar qualquer uso da força e em não aumentar as tensões na disputa, que é de longa data.

Saiba mais

Venezuela e Guiana se comprometem a não usar força na disputa por Essequibo

A região de Essequibo, de 160.000 quilômetros quadrados, é geralmente reconhecida como parte da Guiana, mas nos últimos anos a Venezuela retomou a reivindicação sobre o território e áreas offshore após grandes descobertas de petróleo e gás.

O Reino Unido vai enviar o navio de patrulha da Marinha Real HMS Trent, disse o Ministério da Defesa em comunicado, sem se referir à Venezuela ou à disputa.

"O HMS Trent visitará a Guiana, aliada regional e parceira da Commonwealth (associação de países desenvolvida a partir do Império Britânico), no final deste mês, como parte de uma série de compromissos na região durante a implantação da Tarefa de Patrulha do Atlântico", disse um porta-voz.

Essequibo, a região em disputa por Guiana e Venezuela — Foto: BBC