A Polícia Civil do RJ informou nesta quarta-feira (24) ter prendido 2 chefes da milícia de Curicica, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Houve tiroteio na ação, e 2 “seguranças” dos criminosos acabaram mortos.

Com informações de inteligência, agentes descobriram que Claudio Cesar Rocha, o Cara de Ferro, e Anderson Ferreira de Oliveira, o Andinho, estavam em uma casa noturna na madrugada desta quarta.

Um cerco foi montado, mas, segundo a polícia, “homens que faziam a segurança da dupla dispararam contra as equipes”. Os agentes revidaram e mataram 2 seguranças. Os nomes deles não tinham sido divulgados até a última atualização desta reportagem.

A força-tarefa apreendeu 2 pistolas, 2 fuzis, 2 granadas, centenas balas para fuzil e pistolas e dezenas de carregadores.

Segundo as investigações, Cara de Ferro é o chefe da milícia de Curicica, e Andinho, o segundo no comando.

Dois fuzis foram apreendidos na ação — Foto: Reprodução

Na ocasião, Andinho era vinculado ao Comando Vermelho, sobretudo na Cidade de Deus. Ele deixou a facção desviando armamento e dinheiro e se aliou a milicianos da região de Curicica.

A operação foi das delegacias da Penha (22ª DP), de Brás de Pina (38ª DP), de Repressão a Entorpecentes (DRE) e de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

Polícia do Rio prende chefe de milícia e mata seguranças

Polícia do Rio prende chefe de milícia e mata seguranças