Dez animais foram resgatados na última sexta-feira (2) em Porto Velho. Mais de 30 animais silvestres estão sob os cuidados do órgão.


Filhote de anta foi resgatado em 2023 e está no Cetas do Ibama em Porto Velho — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Filhote de anta foi resgatado em 2023 e está no Cetas do Ibama em Porto Velho — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Em 2023, cerca de 120 animais silvestres foram resgatados em Rondônia pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Atualmente, 32 estão sob cuidados do Cetas no estado, incluindo um filhote de anta e uma onça, ambos resgatados no interior de Rondônia.

Um homem, suspeito de tentar enviar uma jiboia pelos Correios de Porto Velho para São Paulo, foi identificado e encaminhado para ser ouvido pelo Ibama e pela Polícia Federal (PF).

Iguanas foram resgatadas em ação contra o tráfico de animais silvestres — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Iguanas foram resgatadas em ação contra o tráfico de animais silvestres — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Segundo o superintendente do Ibama, César Guimarães, o homem deve receber multas e ser responsabilizado criminalmente por tráfico.

"A posse e a captura de qualquer animal silvestre é terminantemente proibida. Não existe nenhuma licença para que um cidadão faça isso. Ele vai ser responsabilizado administrativamente com o pagamento de multas, multas pesadas, principalmente porque grande parte desses animais estão em uma lista de ameaçados de extinção. Mas além de tudo isso vai responder pelo crime de tráfico de animal, que aí já é uma responsabilização judiciária, em que esse senhor vai ser encaminhado à Polícia Federal e vai responder criminalmente".