Netanyahu diz que Lula “cruzou linha vermelha” por comparar Gaza com matança de judeus por Hitler.


O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu — Foto: Reprodução

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu — Foto: Reprodução

"As palavras do presidente do Brasil são vergonhosas e graves. Trata-se de banalizar o Holocausto e de tentar prejudicar o povo judeu e o direito de Israel se defender", disse Netanyahu, em uma publicação neste domingo (18) no X (antigo Twitter).

"Comparar Israel ao Holocausto nazista e a Hitler é cruzar uma linha vermelha"

Lula deu as declarações durante entrevista em Adis Abeba, na Etiópia, onde participou nos últimos dias da 37ª Cúpula da União Africana e de reuniões bilaterais com chefes de Estado do continente.

"O que está acontecendo na Faixa de Gaza e com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu: quando o Hitler resolveu matar os judeus", disse Lula.

Lula compara guerra em Gaza com ações de Hitler

Lula compara guerra em Gaza com ações de Hitler

A fala de Lula também gerou reação da Confederação Israelita do Brasil (Conib). Para a entidade, o discurso do petista é uma "distorção perversa da realidade".

No fim de janeiro, Israel acusou funcionários da UNRWA de envolvimento com ações terroristas do Hamas, o que motivou a suspensão de auxílio por parte de governos ocidentais, como os do Estados Unidos, Canadá, Austrália e Reino Unido. Não se sabe quantos funcionários estariam envolvidos.

Publicação de Netanyahu sobre fala do presidente Lula sobre Gaza — Foto: Reprodução/X

Exército de Israel afirma que prendeu 100 suspeitos de terrorismo dentro do Hospital Nasser, em Khan Younis

Exército de Israel afirma que prendeu 100 suspeitos de terrorismo dentro do Hospital Nasser, em Khan Younis