Homem é suspeito de cometer um latrocínio em 2021, no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte de Manaus.


Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) — Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM

Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) — Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM

Um homem foragido da Justiça do Amazonas foi preso em Curitiba, no estado do Paraná, na quarta-feira (13). Ele é suspeito de cometer um latrocínio no dia 20 de maio de 2021, no bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus.

Segundo a polícia, Ramys Rosas Damasceno, que tinha 36 anos, foi morto com disparos de arma de fogo no momento em que foi negociar a venda de um aparelho celular.

“Ramys havia anunciado a venda telefone em um site de anúncios na internet, e a dupla criminosa simulou interesse na compra. Ao chegar ao local combinado, Marcelo e seu comparsa anunciaram o roubo e, em uma tentativa de fuga da vítima, eles a executaram de forma cruel e covarde”, disse o delegado Thomaz Vasconcelos Dias, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD).

Ainda conforme o delegado, o suspeito estava foragido desde a época do crime e, durante as investigações, foi possível identificar que ele estaria residindo em Curitiba, no estado do Paraná.

O homem responderá por latrocínio e ficará à disposição da justiça.

As investigações continuam para identificar um segundo indivíduo que também estaria envolvido no crime.