Na sexta-feira (22), a princesa Kate Middleton revelou ter câncer e disse que está se submetendo a sessões preventivas de quimioterapia. O comunicado não detalha qual o tipo de câncer que ela sofre.

No vídeo em que a Kate falou sobre a condição, ela relembra que passou por uma grande cirurgia abdominal em janeiro. Na ocasião, os médicos acreditaram que a condição não era de câncer. Após a operação, que foi bem-sucedida, foi constatada a doença.

Os órgãos do abdômen

Luiza Dib, oncologista clínica do Hospital Sírio Libanês em Brasília, explica que o chamado abdômen total se estende da boca até o fim do intestino e engloba vários órgãos.

➡️ A região abdominal é composta por três importantes sistemas do corpo humano:

1. Digestório ou gastrointestinal
Se estende da boca ao ânus e é responsável por receber os alimentos, absorver seus nutrientes e eliminar as partes não digeríveis pelo corpo. Entre os órgãos que compõem esse sistema estão: estômago, fígado, pâncreas e intestino grosso.

2. Urinário ou excretor
É responsável pela produção da urina. Esse sistema garante a eliminação de compostos que estão em excesso no corpo e de resíduos gerados pelo metabolismo. Ele é formado pelos rins, ureteres, uretra e bexiga.

3. Reprodutor
Como o nome traduz bem, é o sistema responsável pela reprodução humana. Na mulher, é composto por órgãos como o útero e o ovário. Já nos homens, engloba o pênis, testículos e glândulas acessórias.

Tipos de câncer mais comuns no abdômen

Pela variedade de órgãos presente na região abdominal, também são muitos os tipos de câncer que podem ser diagnosticados nesse local.

Vanessa Prado, cirurgiã do aparelho digestivo e médica do Centro de Especialidades do Aparelho Digestivo do Hospital Nove de Julho, explica que a região tem muitos órgãos importantes que podem ter a manifestação de câncer, mesmo em pessoas jovens, como foi o caso da princesa.

A oncologista Luiza Dib destaca, inclusive, que ultimamente tem se observado a ocorrênca da doença em pessoas mais novas.

"A gente tem visto cada vez mais a incidência de câncer em pessoas mais jovens, mas ainda não sabe explicar exatamente os motivos. Provavelmente é uma junção de fatores, estilo de vida mais sedentário como um todo, poluição, consumo de tabaco e álcool", afirma.

👉 Entre os principais tipos de câncer que podem acontecer na região abdominal, as especialistas destacam:

  • Câncer no intestino
  • Câncer no apêndice
  • Câncer no útero
  • Câncer no peritônio (película que recobre todos os órgãos abdominais)

Alguns tipos da doença podem ser tratados exclusivamente com quimioterapia e outros requerem cirurgia – ou até uma combinação dos dois tratamentos, como é o caso de Kate Middleton.

Como dito no comunicado, a cirurgia realizada pela princesa a princípio não era para retirada do tumor, mas posteriormente constatou-se que se tratava da doença.

Esse tipo de situação pode acontecer em tipos de câncer assintomáticos. Luiza Dib também afirma que muitas vezes alguns procedimentos cirúrgicos podem ser realizados por conta da identificação de outro problema e depois se descobre o diagnóstico.

"Às vezes se realiza uma cirurgia para a retirada do que se acredita ser uma apendicite, uma pedra na vesícula ou até endometriose, e depois se comprova que é um câncer", analisa.

A oncologista explica que todo o material retirado do corpo passa por uma biópsia e, nesse processo, pode ser constatada a doença.

Importância dos exames preventivos

Com a incidência de câncer sendo cada vez mais comum em pessoas mais novas, as especialistas destacam a importância dos exames preventivos e do diagnóstico precoce.

"A colonoscopia é o principal exame preventivo contra os cânceres abdominais. Nela é possível identificar alguma anormalidade. O material coletado é enviado para biópsia e, quando é detectado que é câncer, já é possível encaminhar para a cirurgia oncológica", explica Vanessa Prado.

A cirurgiã afirma que a partir dos 40 ou 45 anos é recomendado que a colonoscopia e a endoscopia sejam incluídas nos exames de rotina. Nessa faixa etária é quando boa parte dos tipos de câncer gastrointestinais começam a ser diagnosticados.

Além disso, é importante que sejam realizados os exames ginecológicos periodicamente, no caso das mulheres. Eles são essenciais para o dignóstico precoce de cânceres no útero e ovários.

Luiza Dib ainda pontua que, para além dos exames, a atenção aos hábitos pode ser considerada uma das melhores prevenções contra a doença.

"De maneira geral, cerca de 85% dos cânceres são causados por fatores externos que a gente pode controlar, como manter hábitos e uma alimentação saudável. A melhor prevenção é ter um estilo de vida saudável", recomenda.

Elas ainda enfatizam que é fundamental procurar um médico ao sinal de qualquer sintoma.

"É muito importante não menosprezar nenhum tipo de sintoma. Se a pessoa sentir algum tipo de dor abdominal, diarreia persistente, intestino preso, sangue nas fezes, ela precisa procurar um especialista", alerta Vanessa Prado.

Kate Middleton revela ter câncer

Kate Middleton revela ter câncer